Diários da RPGcon 2011

Essa é a seção para conversas gerais sobre RPG, que não são sobre um sistema específico, ou se aplicam a vários sistemas.

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
Allefcapt
Mensagens: 2340
Contato:

Diários da RPGcon 2011

Mensagem#1 » 11 Jul 2011, 17:18

"É o seu navio que faz o porto.
Lance ferros com sabedoria"

Twitter: @allefcapt / @spell_net
Diários do Capitão Allef: https://www.facebook.com/rodrigoallef.nunes
Aventura: http://www.alqadim.blogger.com.br/index.html

"Todo o homem é culpado do bem que não fez." Voltaire

Avatar do usuário
Hugo-Justo
Mensagens: 111

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#2 » 12 Jul 2011, 12:34

A RPGCON realmente é algo meio inexplicável. Em uma país de milhões de seminanalfabetos funcionais, muitos passam desapercebidos em completa ausência de controle e inteligência emocional. Como o D3 disse, é jogar na loteria. Mesmo com o outro evento rolando, o número de visitantes quase se igualou ao do ano passado.

Muitos caras que reclamam por aí, lá se escondem nas sombras do colégio e carregam somente ódio e rancor em seus corações nerds e geeks babaquaras, como dizem por aí. Esse pessoal merece mesmo o desprezo de todos, como ressaltou o trio Tormenta. São "gente que passa" e digo mais, somem. :venera:

Alguns que andam propagando a ladainha de sempre e o marasmo contínuo, em um uiniverso carregado de falsidade-amizade não tiveram a competência (nem a coragem) de aparecer e dar a cara. Nas listas e sites que participam são valentes para cacete. E aqui vai então meus cumprimentos sinceros a você capitão, o qual encontrei e reconheci por usar uma camisa com o nome “pseudo” estampado nas costas. Mesmo sabendo (imagino) que possa receber uma lingüinha agressiva pelas costas.

Sabemos pelo que foi reforçado nos botecos da vida, que alguns nomes do cenário rpgistas nacional não possuem mais sequer condição de participar destes eventos, tamanho o asco que causam. São literalmente proibidos de entrar. Ou de se fazer representar por nomes e faixas temáticas. É o melhor que o Wallace e o Douglas fazem porque descontruir é uma merd****

Meu evento foi corrido, mas muito válido porque esbarrei com uma pensa de caras legais e lendários e consegui conhecer melhor títulos consagradaos e alguns que eu desconhecia por completo.
No sábado de amanhã achei o allef na feira de usados, onde aliás me mandaram ir para encontrar o cara. E eu confesso que fiquei impressionado (aliás como o Daniel que a organiza já havia me dito) como ele lembra (!!!) de onde estão cada livro visto por ele. Graças a esta memória fotográfica eu consegui meus suplementos raros de TOONS únicos cara. Obrigado mesmo.

Também agradeço a sua paciência em me mostrar os detalhes do projeto no laptop, ali em pé, em meio a poeira dos Vampiros e dos Gurps, tomando precioso tempo seu na dedilhação dos tomos certo? E depois quero que me conte o segredo de como nunca ser notado (ou seja, a organização sequer te chama para sair do sistema de rodízio, como se você estivesse ali de forma etérea. Ano que vêm dê uma palestra de novo que eu não perco. Só peça para o D3 pela-mor-de-deus liberar ANTES do evento a programação pô!

Também conheci outros Spellianos durante o evento e só não me aproximei da mesa de OHMTAR porque vi que o jogo pegava fogo e na verdade eu só queria uma das camisas que vocês deram aos participantes. Mas o Alexandre Sarmento é um cara muito paciente e atendeu a todos com muita gentileza e realmente o trabalho de amarração do cenário com as regras para o D&D são dignas já de aplausos. Nem imagino de onde o cara tirou tempo para isto. A Spell ta de parabéns de dar esta força ao cenário nacional.

Também pude bater um longo papo com os caras de todos os outros lançamentos, especialmente com o Dan do OLD DRAGON e o Guilherme da Retro. Trabalhos criteriosos e bem feitos dando um puta pontapé no cenário nacional. Minha esperança é que isto obrigue a Devir a se mexer mais.

Legal também o BGCON, só achei que os caras ficaram isoladões nas salas apertadas para mesas e cadeiras. E tinha as gatinhas que apoiavam os boarders. Aias, quase me apaixonei pela Steampunk de coldre. Os caras das minis e da arte em massa de modelar são feras demais. Gastei uma grana ali mas valeu a pena. Minha mesa de trabalho agora aqui em Brasília ta fazendo nego babar. Não consegui ver uma só palestra, mas era muita coisa para olhar. Na verdade o tempo parece longo mas não é uma vez que sempre falta dar atenção na medida certa.

Nas mesas de jogo vi de tudo e o mais me chamou a atenção foi a ocupação de grande parte destas pelos cenários novos. As mesas de Ohmtar chamavam a atenção e as do Old também. Achei os esforços de todos um exemplo de profissionalismo, e temos que dar muita força mesmo. Gastei com prazer exatos 236 reais e adquiri quase todos os lançamentos.

E capitão sei que vai fazer uma resenha por aqui mas adianto que foi um imenso prazer ter conhecido você me meio aquele turbilhão da sala de usados. E cara, o mundo é pequeno hein? O PARANCINNI é nosso elo de velha data
Depois volto para detalhes mais. Aqui, (DF) ao contrário do que o imaginário popular acha, há sim muito trabalho a fazer.

Hj

Avatar do usuário
Own_mystical
Mensagens: 448

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#3 » 13 Jul 2011, 10:16

Vocês são afortunados.

Inveja branca.

Imagem

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#4 » 13 Jul 2011, 13:36

Hehe, pra tudo o Own tem uma coruja com uma cara adequada. Na próxima tu vai Own!
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
grego_tkz
Mensagens: 10
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#5 » 13 Jul 2011, 13:40

Primeiramente, devo avisar que esse foi meu primeiro evento de RPG, então não tenho como compará-lo com outras edições ou outros eventos. Quando eu cheguei a primeira coisa que eu fiz foi olhar todos os stands para ver o que havia de interessante. Eu só não fui na feira de usados, coisa pelo qual eu me arrependo profundamente. Depois disso eu fui jogar uma partida de 3.5. Uma partida muito boa e eu fui dar mais uma volta. Eu queria ir para a FRI, mas acabei errando o caminho (porque o evento estava muito mal sinalizado) e acabei na área das miniaturas. Se não fosse por isso eu nunca teria achado. Depois eu fui para a FRI. Quando eu passei pelo stand da Retropunk, o RPG que eu queria, o Rastro de Cthulhu :cthulhu: , já estava esgotado! Ai eu comprei alguns outros livros que eu queria e voltei para a área de jogo. Joguei uma partida de Old Dragon mestrada pelo Daniel DM e assim que sai, comprei o jogo. Nisso acabou o primeiro dia de evento. No segundo dia eu cheguei e comprei o resto dos livros que me interessavam, e com isso meu dinheiro acabou. (E eu não consegui ir na feira de usados.) Depois eu assisti a palestra do Allef, O RPG e a educação ambiental: Práticas e um estudo de caso pela Petrobras, muito boa, principalmente para mim, que pretendo seguir a área de Ciências Sociais, e depois eu fiquei rodando pelo evento até mais ou menos o horário da palestra dos Trios Tormenta. Muito boa também, principalmente para quem realmente é fã de Tormenta. Depois disso joguei mais uma seção de Old Dragon e o evento acabou.
Conclusão final: O evento foi exatamente o que eu esperava. Não me surpreendeu, mas não deixou a desejar. :what: Os principais problemas foram o que eu ouvi o tempo todo: a falta de sinalização, não havia indicações para banheiros e que existia alguma coisa no outro pátio, e o fato da programação só ter saído na quinta-feira.
Um leitor que se perdeu pelos bosques da ficção e acordado sonhou com mundos fantásticos e quimeras reais. Um sonhador que bateu de cara com a dura realidade da vida e viveu para contar histórias. Um contador de histórias a espera de alguém que as escute e de algum retorno.

Avatar do usuário
Blackhawk
Mensagens: 104

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#6 » 13 Jul 2011, 16:58

Bem, retorno de meu mestrado e com sede de rolar os dados.
Bom ver que os relatos só trazem boas novas lá da RPGCON. Li algumas frases net a fora e percebo que foi tudo um sucesso. E este Ohmtar hein? Rapaz... capitão, ta de bobeira não hein?

Aliás só bobeou em não publicar minhas mensagens sobre dragões na minha ausência. Mas foi bom esquecer porque eu lembrei do resto da história.
Ano que vêm vou lá tocar o horror com o turbocóptero.

Avatar do usuário
CaioRughar
Mensagens: 188

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#7 » 14 Jul 2011, 10:27

Grego e Hugo, bons pontos de vista. Dá a sensação de que no geral o evento, apesar de sempre ser criticado em diversos pontos, foi proveitoso.
Tenho lido resenhas e visto fotos que apontam erros claro, mas que demonstram que os acertos foram maiores.

Todos os anos fico pasmo com os esforços dos organizadores, D3 e Garradini para fazer esta nerdolãndia voltada ao prazer dos sempre chatos RPGistas.

Deve ser foda saber que todo o seu esforço pode ser cagado pela “opinião” de um moleque estereotipado, que de dentro do seu quartinho fudido e de sua vidinha de m*** vai dedilhar no teclado ensebado pelas p*** da madrugada palavras de depreciação.

Claro que ninguém liga mesmo para estes babacas mas os caras vivem de minar. Ajuda porra!

O Julio meu quase irmão que estava lá quase se extressou quando participava de uma mesa de Werewolf no salão e um destes babaquinhas só falava asneira tentando minar o evento na cabeça dos outros 5 participantes.

O cenário nacional do RPG foi durante anos estagnado e cheio de idiotices justamente por causa desta visão de segregação e separação entre os mesmos. Porra, ta todo mundo junto, querendo melhorar e dignificar o Hobbie e nego lá chupando sangue e falando mal.
Fica em casa cacete! Vai brincar no MSN.

Parabéns de verdade Allef e ao Alexandre por estarem colocando a cara a tapa com este calhamaço dos infernos, que de acordo com o Julio9 é “pesado para caraio” e com uma qualidade digna da Wizards. Aliás, ele até comentou, e me digam aqui se é verdade, que o papel parecia de melhor qualidade até.

Foda o trabalho do Mr. POP com seus mundo OD. Vi as minis ontem na mão do Julio e elas são FODA!!!! E eu li que os caras mandaram fazer minis personalizadas. Têm que ter culhão para meter essa. É grana, investimento, execução, etc...

Ou tro mundo. O contrário dos idiotas-pregioçosos-vampiros-imprestáveis que andam por aí socados em listas e fóruns de jardim de infância. Acordem para a vida caras!

A Retropunk ta virando uma mega editora e os caras são super profissionais. O Rastro de C ta com uma qualidade irreal e o Fiasco foi sucesso diante de sua simplicidade. O 3:16 é do cacete e nós aqui estamos adaptando para uma aventura de final de semana em Campos do Jordão regada a Foundue, gatas e Aliens.

Tagmar II, Mythblade entre outras novidades e esforços devem ser louvados pacas.

São estas iniciativas que fazem o RPG crescer.
As mesas de BG, os caras lutando, a feirinha, toda a nerdice do cacete por lá SÓ EXISTE POR CAUSA DO RPG.

Acordaram?

Até mai
s

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#8 » 14 Jul 2011, 11:58

Olá Caio, sério que tem gente que fica jogando areia nesses eventos?

Acho que isso é padrão, sempre vai ter um zé mané invejoso.

A maioria não tem nem senso crítico, ou é maria-vai-com-as-outras, vi depoimentos de gente que disse foi que a RPGCon e mesmo assim disse que o RPG no Brasil está minguando, reclama que R$ 15,00 é muito para um ingresso, mas no final acaba indo, reclama que o evento é podre, porque os convidados especiais são o(s) Trio(s) Tormenta, mas depois fica bobo de ver depoimentos incríveis como o do rapaz com dislexia, dizem que a parte das atrações foi a pior desde sempre, mas no fim se divertiram. Ou seja, não ajudam em nada, mas reclamar, reclamam direitinho, é o padrão de alguns sequelados, não se espantem.
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Guest

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#9 » 14 Jul 2011, 14:11

Reclama que o evento é podre, porque os convidados especiais são o(s) Trio(s) Tormenta, mas depois fica bobo de ver depoimentos incríveis como o do rapaz com dislexia.

Só um detalhe, a superação do cara que deu seu depoimento foi mérito totalmente dele, e o Trio não deve ter julgamento diferenciado por este fato. Não estou dizendo que o trabalho deles é ruim nem bom. Mas o cara pode achar o trio uma bosta e ainda assim se emocionar com o tal depoimento sem parecer hipócrita.

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#10 » 14 Jul 2011, 15:07

Sim e não, pois se Tormenta realmente fosse um material terrivelmente ruim, dificilmente iria cativá-lo. O ponto é esse, por ele ser bom, ajudou uma pessoa, foi a ambientação Tormenta que motivou o cara.
E sim, qualquer um pode odiar o Trio e mesmo assim achar bacana, tem razão.
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Guest

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#11 » 14 Jul 2011, 15:10

Pois se Tormenta realmente fosse um material terrivelmente ruim, dificilmente iria cativá-lo

Nem tão dificilmente. Tem gente que adora material de qualidade questionável. Vide a cena musical atual.
Mas não quero tornar isso uma discussão sobre Tormenta. Terminemos o off.

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#12 » 14 Jul 2011, 15:17

Okey, se for ver mesmo, tem o argumento de que muita gente adora Funk, e eu passo batido.

Sabe o que eu mais gostei do evento? Da oportunidade de conhecer as pessoas que só conhecia pela internet, foi demais isso pra mim, não ocorreu isso em outros eventos que fui. Eu ia com meus amigos e pronto acabou.
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
DesertRider
Mensagens: 157

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#13 » 14 Jul 2011, 15:30

Infelizmente não pude ir ao RPGCON por motivos pessoais, mas pelos videos no youtube, relatos de amigos e materias em varios sites de rpg, com alegria notei que o RPG amadureceu, saiu daquela fase que eu chamaria de "infantil", onde tinhamos pessoas que se "achavam" as melhores do mundo que ficavam presas a sites apenas e nada produziam. Vi gente produzindo e trocando ideias concretas. Na partida aqui do Rio, onde acompanhei alguns amigos que iam a RPGCON, conheci pessoas que estão produzindo e que tem ótimas ideias para dividir.

Sabe, tinha me afastado do RPG por causa de gente que desagregava, que se achava mais do que os outros. O meu retorno se deu inicialmente por causa da mina separação e também por causa de amigos que nunca abandoram o RPG e tinham esperança que pudessem melhorar. E vendo o RPGCON deste ano, pude perceber que eles estavam certos. O RPG agora faz parte da cultura nacional e podemos nós orgulhar disso... A proxima RPGCON estarei lá com certeza.
Imagem

Avatar do usuário
CaioRughar
Mensagens: 188

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#14 » 14 Jul 2011, 17:18

Só um detalhe, a superação do cara que deu seu depoimento foi mérito totalmente dele, e o Trio não deve ter julgamento diferenciado por este fato. Não estou dizendo que o trabalho deles é ruim nem bom. Mas o cara pode achar o trio uma bosta e ainda assim se emocionar com o tal depoimento sem parecer hipócrita.


Não há dúvida amigo Chucky. A questão é perceber com clareza que o que ocorreu Foi calcado no que ALGUMAS PESSOAS CRIARAM de verdade.
Não ficaram punhetando na web. Não ficaram arrotando nos fóruns. Não ficaram sentados em seus quartinhos de prego reclamando.
FIZERAM!!! E isto sim é motivo de orgulho.
E como percebemos, deu algum resultado nesta questão.
E isto foi incrível!

Até mais

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: DIÁRIOS DA RPGCON 2011

Mensagem#15 » 14 Jul 2011, 18:24

E o mais importante amigo cavaleiro, não ficam desdenhando feito criancinha de pátio só por birrinha.
Correm atrás para saber mais.

Ô gente patética. hauahuauhauuauauhauhauha.
Nem sei se tenho pena. Como bem disse o D3, sei lá. "Existem?" :haha:

Mas eu vi sim foi uma espadachim lá... com corselete e tudo. Era isso? E cadê as fotos do mega dragão vermelho?

martivir thurirl

Voltar para “Dicas & Ideias”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante