Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Essa é a seção para conversas gerais sobre RPG, que não são sobre um sistema específico, ou se aplicam a vários sistemas.

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
FoxMountain
Mensagens: 259

Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#1 » 18 Mar 2013, 12:09

Bem, lendo alguns coments aqui no fórum vejo que esta questão inquieta a galera. Como afinal conseguir manter uma campanha por tantos anos?
E reunir amigos, manter a coesão, o respeito, interesse e atenção?
É tarefa de gênios? É coisa de profissional? Talento é o que importa? Cenários, enredo e laços pessoais ajudam e são fundamentais?

São tantas questões.
Podemos tentar aqui discutir e chegar a boas idéis, reunindo a experiência de mestres, jogadores e fãs.

Boa sorte para todos nós e que continuemos a rolar.

Avatar do usuário
PierrotDead
Mensagens: 48

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#2 » 18 Mar 2013, 12:30

Bem acho que companheirismo é a palavra chave, não?

Avatar do usuário
MumiaAncia
Mensagens: 27

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#3 » 18 Mar 2013, 13:02

Bem, ninguém mlehor que o capitão allef e sua embracação para nos dizer isso.
Mas eu acho que é preciso deixar os jogadores sempre em alerta. Sem permitir acomodar-se.
Tipo os livros de Harry onde a cada final de capítulo, amarra-se o seguinte. Meio Lost...
E isto deve dar um trabalho do cão.

Uma coisa mesmo difícil é manter a coerência e organiozar centenas de NPCs. Po, cada um possui uma via, um estilo, um jeito de falar e lidar com os pcs. Ou então mestres "ciganos-Igor" afundam. Ae é talento e senso de organização épico.
Como fazer? Ficahs.. sei não.
Boas dicas seriam mesmo legais.

Avatar do usuário
Erick-Ruivo
Mensagens: 145

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#4 » 18 Mar 2013, 13:18

Tantas coisas gente.
Mas o que seria uma campanha longa? Meses? Anos?
Dias corridos?

Bem, acho que aqui o papo gira em torno de compromisso e regularidade certo?
Ai a coisa mistura tantas variáveis que no fundo acad grupo é um caso.

Acho que deve haver:

- Compromisso. Todos devem respeitar os horários e dias propostos.
- AMizade e respeito. Nada de ofensas e disputas entre fichas.
- Respeito. Respeitar as decisões do mestre a aguardar que o bom senso prevaleça.
- Paciência. Se aborreceu com uma decisão? Saia da mesa. Reflita e depois marque um papo.
- Escolha correta. O sistema e oe stilo devem te gardara a LONGO PRAZO. Pense nisso.

^_^

Avatar do usuário
Guilhotina
Mensagens: 56

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#5 » 18 Mar 2013, 14:16

Viva é manter ela interessante. E isto é meio que sem fórmula uma vez que depende claro do talento de mestrar mas também de como os caras que compõe grupo vão se comportar. Meio que uma sala de aula com o professor né? Há uma constante interação.
Eu vejo que a diversão acaba gerendo tudo porque se o jogador curtir demais a coisa toda e o mestre amar o passatempo o jogo ganha ritmo de caminhão ladeira abaixo.
[i]“as pálpebras e os lábios… moveram-se em
contrações rítmicas irregulares por cerca de cinco ou seis segundos”[/i]
[b]Gabriel Beaurieux - Médico Francês[/b]
Testemunhando a degola de Charlotte Corday, executada pela guilhotina pelo assassinato de Jean-Paul Marat em julho de 1793.

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#6 » 18 Mar 2013, 14:30

Bacana o tópico, acredito que tenho algumas ideias.

Concordo com o PierrotDead, essa é a peça chave. E vou expandir o que o Erick-Ruivo listou.

Compromisso:
Há anos tentamos resgatar os outros jogadores da formação inicial desta campanha de 17 anos, e somente nesta última semana, conseguimos conversar seriamente sobre este assunto, e nos comprometemos a tentar reintegrar de vez o grupo original ao atual, até quem eu menos esperava se empolgou e disse que vai se esforçar para jogar mensalmente.

Amizade:
A amizade é o que faz a liga, mas eu sei que os compromissos da vida de casado, namoradas, dentre outros compromissos sociais e até profissionais, podem e vão acabar impedindo que mesmo os integrantes tenham uma amizade enorme, possa se reunir religiosamente todo mês, só quem já organizou sua vida ao decorrer dos anos antes mesmo de ter compromissos sérios conseguirá manter a assiduidade, atualmente estou mestrando para 3 destes jogadores que eram da formação inicial, e esses 3 eu creio que tem as maiores chances de realmente voltarem a jogar a campanha milenar e se manterem jogando.

Bons jogadores e mestre:
Há outro porém, a motivação tem que vir também de uma boa mesa, com ótimos jogadores, com um ótimo mestre, qualquer jogador mediano na nossa mesa, durou no máximo uma sessão. Atrapalha muito um jogador que não entra no ritmo da mesa rapidamente, afinal todos já estão acostumados demais com o estilo de jogo, e não é qualquer um que consegue isso.

Paciência e respeito:
lembro que dois deles até dormiam depois das 4 da madrugada, pois não conseguiam se manter acordados e atentos, enquanto os outros estavam totalmente ligados. Os que dormiam não o faziam por tédio, e sim porque tem um metabolismo diferente dos outros, sempre foram fracos pra ficar horas e horas acordados através da madrugada, então todos entendiam, mas o bom é que nem sempre isso ocorria.
Então precisa todos terem um bocado de paciência e compreensão entre si, senão não dá certo e é a amizade que torna isso tudo mais fácil.

Bom senso:
Essa questão de deixar os jogadores alerta, é primordial, eu mesmo reclamava quando o jogo ficava muito lento.
Eu já até deixei de ir jogar por me estressar com isso, pois alguns jogadores só queriam saber de fazer roleplay, atravancando com o jogo, eu sempre fui mais de curtir a aventura.
Não havia na nossa mesa nenhum player chato que só queria saber de combates e tal, mas alguns de nós ficava entendiado o momento que todos se reunissem, pois resolviam suas questões de forma mais objetiva. Enquanto outros criavam situações que desenrolavam várias outras situações.

Escolha correta:
Com qualquer sistema e ambientação (a não ser aqueles que são especialmente voltados para aventuras One-Shot) dá pra criar campanhas homéricas que durem anos.
Mas o tema da campanha precisa ser envolvente, e é necessário existir um objetivo maior, e inicialmente inalcançável, mas não totalmente impossível. Tudo que conquistamos até agora não é nem de perto o que imaginávamos no momento inicial da campanha, talvez (talvez nada, tenho plena certeza) o prêmio maior tenha sido todo o processo de deslocamento até a região onde acreditamos estar o objetivo final, todo o aprendizado, todos os acontecimentos que se desenrolaram nesse ínterim, foi muito mais importante para cada um, do que o tesouro final que certamente iremos alcançar, pois fizemos por merecer por isso, mas ainda creio que este objetivo esteja um pouco longe de ser alcançado, não como em caverna do dragão, onde o mestre dos magos vivia prometendo a volta deles pra casa, mas pois nossos personagens não estão totalmente prontos para o que teremos que enfrentar, e talvez nunca estejam, mas em algum momento próximo teremos que nos lançar nessa missão final.

União:
Uma coisa que deve-se evitar é a divisão total do grupo para fazer suas coisas pessoais por muito tempo, juntar todos pode durar alguns dias dentro e até mesmo fora do jogo, passar sessões e mais sessões somente dentro de cidades pode ser entediante, ou não. Se o mestre souber dosar bem a aventura, ninguém ficará entediado e assim não irá tentar inventar sua própria distração, e sempre dará tudo certo, o próprio Allef aprendeu muito do que ele sabe de mestrar hoje em dia com a gente, pois fomos a terceira mesa que ele montou, sendo que esta foi a única que durou mais que um ano. Nunca imaginaríamos que ela iria durar até agora, e pelo visto só vai acabar quando o Allef se aposentar após terminar de lançar seus livros, lá pros 80 anos.

Então hoje em dia isso tudo está muito alinhado no nosso grupo, mas no início foi bem difícil, principalmente pra mim que vim de uma mesa onde quase nunca parávamos em cidades, era só viagens, cavernas, calabouços, montanhas, desfiladeiros, cachoeiras, ruínas esquecidas, e coisas assim, não tinha como ficar entendiado, mas isso é inverosímel, pois é necessário o tempo investido nas cidades, seja para se recuperar, para aprendizados, investimentos, compromissos, para o lazer e coisas assim. Senão ninguém aguenta, saber dosar isso é muito importante.
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
Yeti
Mensagens: 116

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#7 » 18 Mar 2013, 14:58

Opa voltando hoje após algum tempo sem conseguir conexão, encontro este tópícop bem legal e pertinente.
Vou voltar com algumas impressões.

Ps: Sim o avatar trata-se d eminha foto nas férias.

Avatar do usuário
Yoda
Mensagens: 532

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#8 » 18 Mar 2013, 21:49

Muita dedicação.

Avatar do usuário
Bozo
Mensagens: 302

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#9 » 19 Mar 2013, 11:41

é, não é tarefa fácil não.

Compromisso: Sem isso aí nada adianta.
Amizade: Fundamental. Aliás tenho certeza de que foi isso que manteve a spell tanto tempo no ar.
Bons jogadores e mestre: "Nada substitui o talento". Ok e claro um mestre eficiente mesmo não permite que os jogadpres respirem sossegados. Têm que ter aquela eterna de sensação de... OOPS.
Paciência e respeito: Para tudo na vida.
Bom senso: Aqui o exemplo deve vir sempre do condutor.
Escolha correta: Acho que neste caso até mesmo um bom mestre faz com que uma escolha aparentemente fraca e sem sal ganhe cores de arco iris.
União: Grupos divididos dividem mestres dos ratos. é aí que se mostra o talento.

Ainda coloco aqui "divisão de tarefas", ou seja ao emnos uma divisão honesta no que diz respeito ao material usado e a alimentação deve ser feita. Conheço mestres que dão casa, comida e só falta roupa lavada. Não acho legal e sempre me senti mal com isso. Ao emnos levar comida faz parte. E respeitar o trabalho todo que o cara têm porque na boa, sentar e jogar é fácil demais. Temos um amigo jogador que nemd ados possui. O cara só vai com a roupa do cortpo e depois levanta e vai embora. Moleza né?

Avatar do usuário
Nighwalker
Mensagens: 126
Contato:

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#10 » 19 Mar 2013, 16:19

Parece lenda mais é verdade. Acho que um jogo destes só se mantém porque a vida permitiu que estes caras ficassem perto.
Uma das coisas que pode manter uma campanha unida por tanto tempo é isto, tentar manter a proximidade entre os amigos.

Avatar do usuário
Own_mystical
Mensagens: 448

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#11 » 20 Mar 2013, 14:09

Nisto tudo aí temos a trinca imortal:
BOM SENSO + AMIZADE + COMPROMISSO

Mas queria era ver aqui a opinião de quem realmente mestra ou joga campanhas de longo prazo.
Mestres principalmente pois estes são os caras que mantém a coisa rodando.

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#12 » 20 Mar 2013, 15:52

Olha com aminha galera rola isto aí mesmo.
Conseguimos nos reunir a quase dois anos porque todos se comprometem e mesmo que alguns briguem e tal com suas namoradas e arrumem problemas com amigos de outros negócios a gente mantém porque não há outro jeito.
Mas isto deve valorizar demais o trabalho alias feito pelo mestre,

Avatar do usuário
MumiaAncia
Mensagens: 27

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#13 » 20 Mar 2013, 16:36

Concordo com todos os pontos.
E saliento ainda que devemos manter o equilíbrio saudável entre o pessoal x lazer.

:tsc:

Avatar do usuário
Trogo
Mensagens: 248

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#14 » 21 Mar 2013, 11:24

Reunir um grupo de amigos, ainda mais adolescentes já é caótico.
Há.
Depois isto dá lugar a nossa starefas do dia a dia que são super definidoras de tempo escasso.
Isto já é heróico.

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: Como manter uma CAMPANHA VIVA por tantos anos?

Mensagem#15 » 21 Mar 2013, 11:29

Bozo escreveu:Ainda coloco aqui "divisão de tarefas"

@Bozo, lá na mesa do Allef, ele agrega quase tudo, mas pede para que nós anotemos nomes dos nossos contatos, lugares, compromissos e coisas do tipo, para que ele não precise ficar consultando os alfarrábios dele, até porque isso demonstra interesse por parte dos jogadores, o Omiaranho tem até uma agenda só pro jogo.

Na minha campanha que mestro para outros jogadores, eles se propõem a anotar essas coisas e a anotar também outras coisas, como a ordem da Iniciativa de cada um num combate, a quantidade de rodadas de efeitos mágicos e coisas do tipo. Fora outras responsabilidades que deixei ao cargo deles, que normalmente já são, como Hit Point atual, magias utilizadas, equipamentos utilizados, refeição consumida e coisas assim, e sempre anoto rapidamente a quantidade quando inicia o jogo e comparo com o final, para saber se anotaram corretamente, o bom é que a maioria deles é honesta, mas tem um que é o maior 171.

Já tentou mandar magias que ele nem conhecia, imagine um bardo que já pode lançar qualquer magia que conheça ao seu bel prazer, e ainda por cima ter a opção de escolher qualquer magia do livro do jogador?! Cara de pau, achando que ia me enganar, pior que ele é sínico, tentou isso duas sessões seguidas, achando que eu ia aliviar, ele ainda chegou a questionar a regra, dizendo que ela não é justa. :hum:

Nighwalker escreveu:tentar manter a proximidade entre os amigos

Isso faz toda a diferença.

MumiaAncia escreveu:devemos manter o equilíbrio saudável entre o pessoal x lazer

É essencial para vivermos em sociedade. Nada mais saudável do que saber o tempo certo de cada coisa.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.


Se havia algum personagem caótico? Quase todos eram, quando não eram caóticos, eram maus mesmo. O meu mesmo sendo Caótico e Neutro, tem um certo bom senso. E não haviam jogadores com tendência Boa. Atualmente a maioria é Good, mas isso irá mudar, em breve. :bwaha:
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Voltar para “Dicas & Ideias”

Quem está online

Usuários neste fórum: Google [Bot] e 4 visitantes