Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Tales from the Sails. Need I tell you more, you sea weasel?

Moderadores: ronassic, Stephan, Feral, Holygriever, Moderadores

Avatar do usuário
Stephan
Mestre de PBF
Mestre de PBF
Mensagens: 237
Contato:

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#91 » 06 Fev 2012, 22:01

[Fesper] Trabalho?

A clériga começava a arrumar as coisas do salão, organizando vasos, cadeiras e outros móveis (de metais leves, para evitar que se quebrem durante as muitas farras). Os clientes nunca precisavam -- nem deveriam fazer isso. Era trabalho dos sacerdotes, deixar a festa pronta para os fiéis e clientes.

[Fesper] Por favor, Kyjal. Os gatos podem cuidar de si mesmos. Eu tenho é me preocupar com os beberrões exagerados e afins. Aqui é a casa deles. Dos gatos, digo.

Depois de mais alguns minutos arrumando, ela questiona:

[Fesper] Precisa que eu faça algo por você, por acaso?

--------------

Tomme toma um pequeno susto quando é tocado.

[Tomme] AH! Deuses, Piccola... o que está fazendo aqui?

Olhando para o clérigo ao seu lado, Tomme começa a se exaltar um pouco:

[Tomme] Ah não ah não ah não! É um passageiro? Já estamos zarpando agora? Ah não ah não ah não! E o maldito do Rhezen ainda ficou bêbado o suficiente pra casar...

Ele tenta recuperar sua postura, mas a dor de cabeça é um tanto grande:

[Tomme] Me diz, guria, tamos mortos?

--------------

OFF: continuarei com o Greebs quando fecharmos as cenas do Kyjal e Evans/Picccola.
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

- Confúcio

Avatar do usuário
Gabrielle
Mensagens: 114

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#92 » 07 Fev 2012, 10:22

A vontade de rir da situação era enorme, mas Piccola conseguiu manter a feição e a voz tranquila.

[Piccola] Eu acredito que ainda estamos bem vivos, Tomme; Umberlee iria se roer por dentro se morressemos em terra depois de tantas tentativas no mar.

A Avariel então indica Evans.

[Piccola] A capitã está chamando todos, porque vamos zarpar daqui algumas horas, e este cavalheiro irá nos acompanhar na viagem. Senhor Evans, poderia me fazer um grande favor e pedir ao taverneiro para trazer mais uma caneca de água para Tomme? Eu ficaria muito agradecida.

E então ela se lembra de algo que Tomme havia acabado de dizer.

[Piccola] Espere, espere, você disse o que? Rhezen fez o que?

Avatar do usuário
Rodwolf
Mensagens: 180

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#93 » 07 Fev 2012, 11:11

Olhando para o clérigo ao seu lado, Tomme começa a se exaltar um pouco:

[Tomme] Ah não ah não ah não! É um passageiro? Já estamos zarpando agora? Ah não ah não ah não! E o maldito do Rhezen ainda ficou bêbado o suficiente pra casar...


[Piccola] Eu acredito que ainda estamos bem vivos, Tomme; Umberlee iria se roer por dentro se morressemos em terra depois de tantas tentativas no mar.

A Avariel então indica Evans.


Este volta sua atenção totalmente ao marujo de ressaca. Este encara-o sério uns instântes antes de dizer algo.

[Piccola] A capitã está chamando todos, porque vamos zarpar daqui algumas horas, e este cavalheiro irá nos acompanhar na viagem. Senhor Evans, poderia me fazer um grande favor e pedir ao taverneiro para trazer mais uma caneca de água para Tomme? Eu ficaria muito agradecida.


[Evans] Como a senhorita Piccola observou, viagerei com vocês, se serei somente um passageiro ou um membro na tripulação, irá de acordo com a necessidade e de outras pessoas a bordo.

Ouve o pedido da jovem elfa mas tem um pouco de dificuldade em assimilar, pois teria que fazer uma gentileza ao marujo beberrão. Mesmo humilde e quase sempre prestativo a quem realmente precisa, aquilo parecia demais.

[Evans] Tenho certeza que seu nobre companheiro poderia ele mesmo fazer o pedido, mas em todo o caso...

Respeitando a pequenina por quem começava a pegar simpátia e atendendo a um pedido dela, simplesmente sinaliza pra que o taverneiro ou alguma garçonete que passasse perto trouxesse mais água. Se volta novamente ao homem.

[Evans] Madame Allouise os quer no navio assim que estiverem prontos, ela pretende partir não muito mais tarde.
Última edição por Rodwolf em 07 Fev 2012, 11:11, editado 1 vez no total.
"I'm a Priest, not a Saint."

Avatar do usuário
Stephan
Mestre de PBF
Mestre de PBF
Mensagens: 237
Contato:

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#94 » 07 Fev 2012, 12:17

Tomme murmura um "shiu" longo e baixinho quando Evans e Piccola parecem falar ao mesmo tempo:

[Tomme] Ah... er, Rhezen se casou, pequena. Coincidentemente, ele encontrou uma garota que conheceu numa viagem à Portão de Baldur, antes de você estar conosco. Imagine só. Ele estava tão bêbado, e ela tão linda e inocente que todos nós caímos naquela história de "destinos entrelaçados".

O marinheiro da um belo gole na sua bebida:

[Tomme] Tinha um #arroto# tinha um clérigo de Sune aqui na taverna, e eles decidiram se casar na hora! Acredita nisso? Fizemos até uma vaquinha com todos os clientes só pra pagarmos o quarto mais caro da casa pra Selûne de mel...

Ele toma sua bebida até o fim, num gole só, e solta um sonoro arroto em seguida.

[Tomme] Deixa... deixa que eu busco eles. Diabos, e agora? A capitã vai aceitar ter mais uma boca à bordo?
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

- Confúcio

Avatar do usuário
Gabrielle
Mensagens: 114

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#95 » 07 Fev 2012, 12:28

Piccola oferece um sorriso de gratidão ao sacerdote quando vê que este atendeu seu pedido, e então volta-se para Tomme. Dá um suspiro exasperado e passa a mão na testa.

[Piccola] Céus...pela dança de Eilistraee, Tomme, não tinha um entre vocês que estivesse sóbrio para impedir confusões? Ah, bem, não importa; o que já aconteceu, já foi, agora precisamos lidar com o presente. Rhezen vai voltar para o navio com a tal moça?

Avatar do usuário
Feral
Mensagens: 140

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#96 » 07 Fev 2012, 16:59

[Fesper] "Trabalho?"

[Kyjal] - "É... me pegaram quando eu tentei entrar num navio para uma... avaliação de bens. Quem diria que a capitã fosse me achar mais útil defendendo as cargas do que as roubando. Ou são loucos, ou desesperados, mas olha só pra mim. Que tripulação 'normal' me aceitaria?"

E por um momento Kyjal meio que disfarça um leve riso após o comentário de Fesper sobre os frequentadores do salão, e então se abaixa para acariciar a nuca de um dos gatos.

Após a nova pergunta de Fesper, o felino começa a construir sua resposta.

[Kyjal] - "Acho que dessa vez não vou pedir favores. Eu adoraria ficar aqui "festejando" por algumas horas, ainda mais agora que não preciso ficar devendo nada a ninguém, mas... O La Licorne zarpa ao meio-dia, então não posso me dar ao luxo de chegar lá atrasado, bêbado, exausto ou qualquer combinação disso..."

E depois completa num tom um pouco mais sério, e ainda mais calmo, enquanto olha para a estátua de Bast.

[Kyjal] - "Na verdade... eu é que sinto como se devesse fazer algo. Para agradecer, para justificar a minha boa sorte, ou para merecer que ela continue, sei lá..."

Avatar do usuário
Rodwolf
Mensagens: 180

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#97 » 08 Fev 2012, 11:07

[Tomme] Deixa... deixa que eu busco eles. Diabos, e agora? A capitã vai aceitar ter mais uma boca à bordo?

[Piccola] Céus...pela dança de Eilistraee, Tomme, não tinha um entre vocês que estivesse sóbrio para impedir confusões? Ah, bem, não importa; o que já aconteceu, já foi, agora precisamos lidar com o presente. Rhezen vai voltar para o navio com a tal moça?

Calado observa o diálogo de Tomme e da pequena elfa. Quase deixa escapar um leve sorriso causado pela lembrança de outros tempos navegando e se aventurando no A Moeda. De algum modo toda aquela confusão e pessoas novas que conhecia o faziam retornar a bordo do antigo navio comandado por seu tio.

[Evans] Muito bem. Então acho que podemos todos ir.

Agora mais relaxado; só esperava para poderem voltar ao La Licorne.
"I'm a Priest, not a Saint."

Avatar do usuário
Stephan
Mestre de PBF
Mestre de PBF
Mensagens: 237
Contato:

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#98 » 08 Fev 2012, 21:10

[Fesper] Então vá. O que está esperando? Ajoelhar-se e entoar cânticos durante quinze minutos na frente de uma imagem felina? Este é o meu trabalho, o de uma sacerdotisa.

Ela coloca-se entre a estátua e Kyjal, com um dedo indicador em riste pressionando o peito do felino:

[Fesper] Pegue suas coisas e vá. Aproveite a sua nova vida, sem esquecer dos seus deveres consigo mesmo e com seus desejos. Sabe porque Sharess não tem tantos "fiéis" quanto outros deuses? Porque eles são complicados, e cheio de regrinhas de como você deve viver sua vida. Sharess não. Ela quer que você aproveite o que você tem a oferecer a si mesmo e aos outros. Desejo.

Um silêncio constrangedor surge, e ela lentamente vai para trás de Kyjal. Uma das mãos segura um dos chifres do felino com firmeza, enquanto a outra mão desce os dedos lentamente pela coluna, e sua doce voz soa baixa e sensual:

[Fesper] Sabe, toda essa sua forma sempre me deixou interessada. Desejada em fazer uma única coisa... por muito, muito tempo...

Antes que pudesse reagir, ela dá um baita puxão em sua cauda. A segunda vez em menos de seis horas. Seria a forma de Bast brincar com a sua forma humanóide?Ou um lembrete de cuidar mais do seu corpo?

Fesper sai às gargalhadas, completamente satisfeita. Ela busca algo numa pilha de roupas que fica ali por perto, até achar uma capa e jogar para Kyjal.

[Fesper] Tome. Se já tiver uma, pode usar para se cobrir ainda mais. Sempre ouvi que a vida em alto mar é fria e molhada demais. Cuide desses pelos. Agora adeus, Naddara. Não nos voltaremos a nos ver.

Ela volta a seus afazeres, como se nada tivesse acontecido.

--------------------

Tomme limpa a pequena gota de suor na sua testa, e arruma-se, ignorando a ressaca:

[Tomme] Pois bem, pequena, a bebida era do cacete! A própria noiva que nos trouxe, um belo presente. Talvez isso que nos ajude a deixar a capitã mais feliz. A esposa de Rhezen disse que sabe cozinhar, tem dois odres cheios daquele vinho, e mais uma caixa repleta de especiarias... tem temperos e até frutas lá!

Frutas e especiarias em alto mar eram de grande valor. Se bem cuidadas e racionadas, podem durar muito e manter a saúde dos marinheiros muito melhor. E se preservadas, podem até serem trocadas por grandes quantias de dinheiro em alguns pontos. E bebida à bordo é essencial para festas -- festas à bordo são importantíssimas.

[Tomme] Como este belo senhor -- er, qual o seu nome? Como ele disse, é bom irmos agora. Explicar tudo à capitã e carregarmos a caixa e os odres para o navio. Acredito que aquele negrão do cais já tenha parado de trabalhar por hoje, né?

Ele arruma seu gorro alaranjado, de cobrir as orelhas, e segue para as escadas, enquanto diz:

[Tomme] Bem, se está tudo acertado, nos vemos no navio. Até daqui a pouco!
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

- Confúcio

Avatar do usuário
Gabrielle
Mensagens: 114

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#99 » 08 Fev 2012, 21:26

Tomme] Pois bem, pequena, a bebida era do cacete! A própria noiva que nos trouxe, um belo presente. Talvez isso que nos ajude a deixar a capitã mais feliz. A esposa de Rhezen disse que sabe cozinhar, tem dois odres cheios daquele vinho, e mais uma caixa repleta de especiarias... tem temperos e até frutas lá!

Piccola revira os olhos. Sim, mais bebidas, era disso que os marujos precisavam. Ela sacode a cabeça, exasperada. Agora frutas e especiarias, sim, eram úteis. E uma cozinheira à bordo também seria algo maravilhoso; ela mesma não sabia cozinhar, e as tentativas dos outros eram, quando muito boas, quase intragáveis.

Então teriam mais uma pessoa...bem, nesse caso, iriam precisar de mais comida. Se ela pudesse levar comida extra para o navio, com certeza a capitã Allouise não iria se importar de ter mais gente à bordo.

[Tomme] Bem, se está tudo acertado, nos vemos no navio. Até daqui a pouco!

Piccola acena com a cabeça.

[Piccola] Certo. Evans, pode acompanhar Tomme para buscar os outros? Preciso cuidar de algo primeiro, mas os verei lá, sim?

Ela deixa o pagamento pela água extra, e então sai da taverna, dirigindo-se para a movimentada praça central de Águas Profundas. Se havia uma coisa que ela aprendeu sobre os humanos era que boa parte deles não só apreciava uma boa performance, mas estavam ainda muitas vezes dispostos a recompensá-la.

Piccola observa em volta o grande movimento de pessoas; era uma grande plateia que estava procurando. Quando a encontra, ela se ajeita na beira da fonte no centro da praça, preparando sua flauta.

[Piccola] Muito bem, está na hora de trabalhar.

E começa a tocar uma de suas peças prediletas.

Avatar do usuário
Stephan
Mestre de PBF
Mestre de PBF
Mensagens: 237
Contato:

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#100 » 08 Fev 2012, 21:26

A capitã volta pouco tempo depois, em torno de 20 minutos após ter saído. Ela chama Leon, aproveitando que este está sozinho no navio, para a proa do navio. Sentando-se na murada, ela fala, com sinceridade e preocupação no rosto:

[Tabitha] Leon, eu não sei se o que eu fiz vai nos ajudar ou nos prejudicar. Acho que vai depender da nossa capacidade de nos ajustarmos nessa viagem.

Ela dá um suspiro, e toma fôlego para continuar:

[Tabitha] Dentro da nossa carga, temos [...] e precisamos levá-los para alguém.

Tabitha continua, como se achasse a história muito absurda:

[Tabitha] Meu contato só disse que temos que [...] Mas fomos bem pagos por isso, acredita?

[Tabitha] Seja como for, vamos fazer o trabalho.

Ela se recompõe, e, olhando nos olhos de Leon, entrega-lhe um saco, com dois tapinhas no ombro, e então sai.

[Tabitha] Eu mantenho minhas promessas!

Ao verificar o saco, Leon encontra [...]

-----------

OFF: as partes em "[...]" são apenas para os olhos do Samiel, que recebeu o texto completo por Private Message!
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

- Confúcio

Avatar do usuário
Rodwolf
Mensagens: 180

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#101 » 08 Fev 2012, 21:54

[Tomme] Como este belo senhor -- er, qual o seu nome? Como ele disse, é bom irmos agora. Explicar tudo à capitã e carregarmos a caixa e os odres para o navio. Acredito que aquele negrão do cais já tenha parado de trabalhar por hoje, né?


[Tomme] Bem, se está tudo acertado, nos vemos no navio. Até daqui a pouco!



Sabia que era apenas um pouco de sarcásmo do marinheiro querer enfeitar a frase com aquele tipo de adjetivo.

[Evans] Ehrr... Evans, pode me chamar de Evans. Posso ajudar com as caixas e se precisar que um padre estranho testemunhe à favor do caso de seu companheiro Rhezen e sua esposa, estou a disposição.

Oferece um meio sorriso. Percebe que a pequena elfa que tinha deixado o pagamento e ia saindo pela porta.

[Piccola] Certo. Evans, pode acompanhar Tomme para buscar os outros? Preciso cuidar de algo primeiro, mas os verei lá, sim?

Com um ar total de reprovação Evans sai seguindo Piccola.

[Evans] Espere, pequenina. De jeito nenhum vou deixa-la, além do mais, a capitã me pediu para a acompanhar e não pretendo fazer o contrário.

[Piccola] Muito bem, está na hora de trabalhar.

Vai seguindo e falando, quando percebe que ela já estava tocando, se cala completamente e fica a uma distância que não atrapalhasse a apresentação, mas que fosse o primeira a chegar até a distância da jovem se precisasse.
"I'm a Priest, not a Saint."

Avatar do usuário
Samiel_Fronsac
Mensagens: 184

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#102 » 08 Fev 2012, 22:14

§ Ao avistar a capitã retornando, Leon vai a seu encontro sacudindo o bloco de anotações, ávido por mostrar serviço ao apontar cada defeito necessitando de reparos antes da partir, mas se aquieta e ouve ao notar-lhe o semblante preocupado. Ouve com atenção antes de se pronunciar. §

[Leon] Pela Lady Sortuda, capitã, a situação toda é muito bizarra.

§ O rapaz se recosta à amurada em uma distância respeitosa da mulher e leva a mão ao queixo, pensativo. Aquilo representa um fator completamente aleatório e tendendo a desgraça, do tipo que Beshaba gosta. §

[Leon] {PARCIALMENTE CENSURADO - SIGILO NECESSÁRIO}, mesmo contando com as toupeiras, Evans e Kyjal.

§ Respira profundamente antes de falar, em um tom baixo e firme. §

[Leon] . . . Mas trabalho pago é trabalho efetuado, certo? Talvez a senhora deva falar com Piccola, capitã. Ela é um tanto crédula e ingênua, não creio que esteja acima de acidentalmente falar sobre assuntos delicados com os novatos. Fora isso, prometo fazer o meu melhor para manter as coisas em ordem.

§ Levanta uma sombrancelha e abre um sorriso confiante, antes de lembrar do bloquinho em sua mãe e erguê-lo para mostrar a comandante. §

[Leon] Então, enquanto a senhora esteve fora fiz uma inspeção e tenho cá essa lista...
Última edição por Alta Vista [Bot] em 08 Fev 2012, 22:15, editado 1 vez no total.

Avatar do usuário
Stephan
Mestre de PBF
Mestre de PBF
Mensagens: 237
Contato:

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#103 » 09 Fev 2012, 21:28

Em pouco tempo, Piccola e Evans chegam à praça central do Distrito das Docas. Que Tomme cuidasse do problema e da carga ele mesmo; Piccola já cumprira sua missão de avisá-lo da partida.

Sentando-se na borda da estatueta com as ferramentas usadas pelos marinheiros -- um sextante, luneta, mapas e estrelas --, a franzina elfa senta-se, retira sua flauta, e começa a entoar uma melodia.

O som surpreende os comerciantes, viajantes e marinheiros por lá. As notas da flauta são longas, com evoluções de tons e semitons cuidadosamente espaçados. A variação tranquila de sons lembra muito o movimento das águas, a forma como um barco reage às ondas embaixo de si.

A canção parece ecoar por toda a praça, chamando a atenção de muitas pessoas. Quaisquer olhares ameaçadores dos homens mais violentos para a garota logo eram rechaçados pela presença do clérigo de Kelemvor, em pé, a apenas alguns passos de distância. O próprio Evans parece se perder também na melodia. O talento de Piccola era tanto que sua música parecia um grande feitiço de Acalmar.

O tempo parece parar para os ouvintes. Quando a melodia acaba, Piccola vê as várias contribuições à sua frente, além de ouvir várias palmas. Não era muito, mas já pagaria uma refeição para si e para Evans, se assim o quisesse.

A posição do sol fazia uma sombra na estatueta, que indicava que não faltaria muito para o meio-dia chegar.

OFF:

Teste de Carisma: resultado 7 no d20, recebeu 10 peças de Prata e 5 peças de Cobre

Para quem quiser, pode ouvir a base para a melodia aqui: [url=http://bit.ly/x12VDf]http://bit.ly/x12VDf[/url]

-----------------

Quando Leon menciona as aparentes fraquezas de Piccola, Tabitha responde:

[Tabitha] Você entendeu que é a única pessoa, além de mim, que sabe disso, não é? E de qualquer forma, em algum momento, todos eles terão de saber. Mas você ainda a julga por pouco.

A capitã já estava se retirando, mas se vira quando Leon fala da lista.

[Tabitha] Hm? Ah, sim, deixe-me ver.

Ela dá uma rápida olhada, afirmando com a cabeça cada item que lia.

[Tabitha] Ótimo #abre um sorriso# Muito bom, Leon. Vou passar isso para Alber.

Ela olha para o sol, antes de sair.

[Tabitha] Está quase na hora. Empolgado?

E com a resposta de Leon, a capitã começa os preparativos do leme.

----------------

OFF: só falta agora o Feral postar e seguirmos com a Piccola e o Evans
Última edição por Stephan em 09 Fev 2012, 21:29, editado 1 vez no total.
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

- Confúcio

Avatar do usuário
Samiel_Fronsac
Mensagens: 184

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#104 » 10 Fev 2012, 00:05

§ De braços cruzados e com uma sobrancelha erguida, o marujo responde: §

[Leon] Sim capitã, compreendi que, no momento, sou o único informado das circunstâncias especiais. Referi-me apenas a Piccola deixar escapar a existência de um cofre ou compartimento secreto. Não estou insinuando que a mesma seja incompetente ou mal-intencionada, apenas ingênua.

§ Sorri com a apreciação do seu esforço voluntário, e, após um suspiro, se mostra otimista quando a jornada que se inicia. §

[Leon] Estou confiante de que tudo correrá bem, capitã. Vou espalhar uns amuletos de Tymora aqui e ali, e estamos prontos para zarpar. Ooooh-raaaaah!

Avatar do usuário
Rodwolf
Mensagens: 180

Sailing Ships - Encontros, acordos e partidas

Mensagem#105 » 10 Fev 2012, 20:13

A multidão começa a se formar, os transeuntes paravam para olhar de onde vinha a suave melodia e os comerciantes e pessoas fazendo negócios em volta agora voltavam sua atenção para a pequena elfa. Um ou outro ser parecendo uma provável ameaça que logo parecia desistir, em parte pela presença do clérigo de Kelemvor, em parte pela calmaria que a música causava. As notas suaves e a calmaria tranziam paz e lembrança para marujos.

O próprio Evans se deixara levar por aquela peça, mas depois pensando nisso percebeu que aquele envolvimento poderia não ser necessariamente voluntário. Aquele som o fazia recordar e sentir de novo seu tempo de marujo, o barco deslizando na água; a água batendo nas tábuas do navio, sendo de forma gentil divida pela quilha da barcaça. O vento no rosto dos marinheiros, a vela levantada e estendida, se enchendo com o mesmo vento e fazendo o navio flutuar por aquela imensidão convidativa, aquela vastidão de probabilidades e aventuras. A calmaria.

Quando Piccola termina todos parecem ter acordados de um transe, assim também o sacerdote. Ele caminha até ela com um ar mais calma e feição mais tranquilo com um leve sorriso, percebe a apreciação do público.

[Evans] Você tem um dom, pequenina, arrisco dizer, um dom divino. Não me adimira madame Alouise a querer a borbo. A harmonia e calma no coração e cabeça dos homens é necessaria à borbo.

E também renderia um montante que sempre seria bem vinda para as despesas do navio em momentos mais apertados e provavelmente a capitã não parecia que rejeitaria isso, pensou.

[Evans] Já deve ser quase meio-dia, e então, o que quer fazer, de volta ao La Licorne?
Última edição por Rodwolf em 10 Fev 2012, 20:13, editado 1 vez no total.
"I'm a Priest, not a Saint."

Voltar para “Worn Sails, Old Tales”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante