Império Trifolium

Não é só o D&D que merece respeito! Existem muitos outros sistemas bons, vários deles gratuitos. Aqui você pode conhecê-los!

Moderador: Moderadores

AlexCoval
Mensagens: 8

Império Trifolium

Mensagem#1 » 17 Abr 2011, 17:01

Estou divulgando meu blog sobre rpg pela internet, para o caso de alguém se interessar no projeto que estou desenvolvendo e colaborar com sugestões, críticas e etc.
Nunca fui um assíduo frequentador de fóruns de RPG, por isso ninguém deve me conhecer, mas no passado ensaiei divulgar um cenário e um sistema pelos artigos da RedeRPG. Depois de muito tempo, retornei a dedicar o pouco tempo livre que me resta a esse meu projeto inacabado. Para isso, criei um blog onde tenho colocado semanalmente algum material. Caso alguém se interesse em conferir e opinar, por favor visite: http://rpgimperial.blogspot.com/
Desta vez, o projeto está mais avançado.
Espero que possamos trocar ideias sobre o desenvolvimento do projeto.

Obrigado.

Avatar do usuário
Allefcapt
Mensagens: 2340
Contato:

Re: Império Trifolium

Mensagem#2 » 18 Abr 2011, 01:25

Olá a todos,

ALEX,
Conte conosco para divulgar o seu trabalho.

Um grande abraço,
"É o seu navio que faz o porto.
Lance ferros com sabedoria"

Twitter: @allefcapt / @spell_net
Diários do Capitão Allef: https://www.facebook.com/rodrigoallef.nunes
Aventura: http://www.alqadim.blogger.com.br/index.html

"Todo o homem é culpado do bem que não fez." Voltaire

Avatar do usuário
DesertRider
Mensagens: 157

Re: Império Trifolium

Mensagem#3 » 19 Abr 2011, 10:44

Oiee Alex,

Vc podia postar um pequeno resumo aqui e também fazer uma materia que seria colocada no portal... o que vc acha?

De qualquer forma, estou lendo e gostando muito....
Imagem

Avatar do usuário
Batousa
Mensagens: 1345

Re: Império Trifolium

Mensagem#4 » 19 Abr 2011, 11:37

Ou poderia coloca-lo também na seção de desenvolvimento.

Mas não deixaremos de acessar o blog, fica tranks ;)
Imagem

AlexCoval
Mensagens: 8

Re: Império Trifolium

Mensagem#5 » 19 Abr 2011, 18:02

É uma boa ideia. Nesse fim de semana prolongado farei isso. Colocarei uma prévia do projeto no fórum.
Como meu tempo está bastante corrido, tenho concentrado minhas postagens às quintas.
Obrigado por responderem.

Avatar do usuário
DesertRider
Mensagens: 157

Re: Império Trifolium

Mensagem#6 » 19 Abr 2011, 18:14

Eu entrei no seu blog e comecei a ler, e gostei bastante do material, mas uma divugação aqui seria muito boa...

Esta de parabéns!!!!

VocÊ depois podia organizar um playtest, podia com usuarios da spell....
Imagem

Avatar do usuário
Blackhawk
Mensagens: 104

Re: Império Trifolium

Mensagem#7 » 20 Abr 2011, 00:49

Cara que maneiro.

A ficha está muito boa. Gostei muito dos conceitos e destaco o "Speculu-Destrutores e as Casas dos Espelho"
Até me deu idéias para minha mesa de jogo.. heheheheehehehee

Continue e desde já me coloca a disposição para testes.

aquele abraço

AlexCoval
Mensagens: 8

Re: Império Trifolium

Mensagem#8 » 24 Abr 2011, 17:12

Muito bem, escrevi 2 resumos: um para o cenário e o outro para as regras. Estão bastante objetivos e espero que deem uma ideia rasoável do projeto.

RESUMO: APRESENTAÇÃO DO CENÁRIO
Numa dimensão paralela existe uma terra muito parecida com a nossa, porém essencialmente diferente. Muito diferente.

No decorrer da história da humanidade milhares de pessoas foram levadas para lá por meios e razões desconhecidas. Sem poder fugir ou ignorar a realidade desses fatos, tiveram que se adaptar a esse mundo de mistério e insanidade.

Uma complexa sociedade foi se construindo dentro do que se descobriu ser um arquipélago. E, um grande império se formou, abrangendo todo território conhecido e desconhecido. O grande Império Trifolium.

O momento histórico em que vivem remete ao final do século IXX, no calendário Gregoriano, mas como se optou por recontar o tempo, a população se reconhece no final do século V do calendário Trifoliano.

Para manter o império unificado, forte e coeso, muitas intrigas políticas, etnicas, territoriais e religiosas precisam ser resolvidas, mas esses não são os maiores problemas do império.

Energias e forças sobrenaturais estão agindo continuamente em todo lugar, de modo que o seu conhecimento foi incorporado na cultura, nas ciências, nas artes, e em toda atividade humana. O estudo sobre o funcionamento dessa dimensão cabe a Mateotecnia, uma ciência ocultista e fantástica para esse universo.

A tecnologia e a estética vitoriana tem marcado mesmo nessa dimensão, porém o Império superou muitos de seus limites. A tecnologia no arquipélago avança muito mais rapidamente com o conhecimento mateotécnico.

Os conceitos de sorte e azar possuem um significado muito mais forte para essa população, pois sabem que sua existência afeta a aleatoriedade da vida. Criaturas dimensionais, fantasmas, elementais, possessões, maldições, doenças sobrenaturais, plantas exóticas e conscientes, e muitos outros desafios precisam ser enfrentados pela população cotidianamente.

Dessa forma, é natural que existam detetives do sobrenatural, caçadores de fantasmas e alquimistas pela comunidade. Porém algumas profissões normais para o antigo mundo externo à esse, carregam características sobrenaturais que não poderiam ser ignoradas. Um fotógrafo, com a técnica correta, pode captar imagens do mundo fantasmagórico. Um agente de zoonose precisa enfrentar bruxas, homens lagartos e lobisomens, além dos temíveis gatos-pretos. Um biólogo deve considerar que existem plantas carvívoras e conscientes, prontas para emboscar humanos nas florestas.

Outro fator instável nessa sociedade, refere-se à própria população , bastante heterogênia. Anões, que antes eram vistos apenas como uma anomalia humana, agora se constituem como uma raça. Estão cada vez mais bem adaptados à esse universo. Ciganos, vistos como farsantes e ladrões, agora parecem possuir uma genuina ligação com o mundo fantasmagórico. Existem também as pessoas nativas desse universo, mas que em nada se parecem com índios. Há diferentes tribos e etnias entre os nativos, e a maioria delas não são amigáveis.

Mas o Império prospera e, para isso, deve abranger todos os súditos da melhor maneira (que lhe convir).
===========================================

RESUMO: APRESENTAÇÃO DAS REGRAS
As regras para esse jogo ainda estão sendo produzidas, mas um esboço quase que completo já foi construido.

As características dos personagens, como na grande maioria dos RPGs, foram divididas em Atributos, Habilidades e Perícias em Combate. Seus valores variam entre 3 e 18, sendo o maior melhor.

Os testes são feitos com uma jogada de 2d10. Resultados inferiores ao valor da característica avaliada, considera-se um sucesso.

Todas as características são definidas pela distribuição de pontos, mantendo assim a isonomia entre os jogadores. Há uma quantidade certa de pontos a serem distribuidos para Atributos, Habilidades e Perícias de Combate. Para facilitar essa distribuição, foram estipuladas 6 qualidades que correspondem à uma faixa de valores: RUIM (3, 4, 5), FRACO (6, 7, 8), MEDIANO (9, 10, 11), BOM (12, 13, 14), ÓTIMO (15, 16, 17), EXTRAORDINÁRIO (18). Dessa forma, basta pensar, inicialmente, na qualidade que deseja possuir para cada característica e depois, balancear os valores numéricos.

Os pontos de vida do personagem são definidos por uma simples tabela de vitalidade que os divide em: Pontos Vitais, Severos, e Ferimentos Leves. As armas são definidas por 2 valores (ex: Adaga 1,2), o primeiro valor representa o mínimo de dano causado pela arma e o segundo o máximo de dano. O valor a ser descontado da vitalidade do oponente é definido através do próprio ataque. Ao atacar com 2d10, qualifica-se o ataque através da tabela: resultado: 2 = Sucesso Vital (desconta-se o mínimo da arma diretamente da vitalidade vital); 3 à 7 = Sucesso Parcial (desconta-se o dano mínimo da arma dos ferimentos leves); de 8 até valor da habilidade utilizada = Sucesso Completo (desconta-se o valor máximo da arma dos ferimentos leves); resultado maior que a habilidade = Falha.

Ser FRACO ou RUIM numa perícia de combate significa nunca conseguir utilizar a arma com destreza suficiente para causar danos completos. Apenas com um bocado de sorte é que se poderá causar um dano vital, mas todos os outros ataques serão sempre parciais.

O personagem morre ao acabar seus pontos de vitalidade vitais, que são sempre 7, mesmo que ainda tenha pontos de vitalidade severos e ferimentos leves.
======================================

*OBS: Não consigo ficar contente com a definção das habilidades que fiz. Estou sempre repensando isso. Possivelmente redefinirei as habilidades muito em breve.
Meu objetivo é serem poucas e abrangentes. Não quero uma lista de habilidades imensa e inutéis como muitos outros jogos.
Também colocarei esses resumos no blog.
======================================

Sobre playtest, para ser muito sincero com vocês, eu nem sei extamente como funciona uma aventura pela internet. Nunca participei de uma e isso me deixa um pouco inseguro. Terei de pesquisar melhor esse assunto.

Bom, é isso...
Obrigado e até mais.

Avatar do usuário
Blackhawk
Mensagens: 104

Re: Império Trifolium

Mensagem#9 » 25 Abr 2011, 23:55

"Para manter o império unificado, forte e coeso, muitas intrigas políticas, etnicas, territoriais e religiosas precisam ser resolvidas, mas esses não são os maiores problemas do império"

Cara, possibilidades infinitas de interpretação.

"Sobre playtest, para ser muito sincero com vocês, eu nem sei extamente como funciona uma aventura pela internet. Nunca participei de uma e isso me deixa um pouco inseguro. Terei de pesquisar melhor esse assunto."

Sei lá, mas acho que os caras aqui de cima mais experientes matam isso para você na boa.
Tamos aí :victory:

Voltar para “Outros Sistemas”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes