Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Você sempre quis relatar as aventuras do seu grupo para que todos pudessem apreciá-las? Esse é seu espaço!

Moderadores: ronassic, Moderadores

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#1 » 18 Mai 2011, 11:24

É isso aí gente.

Quero saber se o ápice do Dungeons and DRAGONS já foi por vocês vivido e se foi como foi.

E se isto é realmente o ápice da mesa de jogo, ou seja, o sonho maior dos jogadores, o pesadelo dos mestres.
E se caso o fizeram, como foram as estratégias, as consequências, os resultados.

martivir thurirl

Avatar do usuário
CaioRughar
Mensagens: 188

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#2 » 18 Mai 2011, 14:47

Sim caro Dragão amarelo. Eu já passei por isso três vezes.
Resgatarei os pormenores e voltarei aqui para narrar os épicos encontros.
Todos digo logo, fatais.

Até mais

Avatar do usuário
DesertRider
Mensagens: 157

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#3 » 18 Mai 2011, 17:56

Apesar de vários anos de experiencia, só me deparei com Dragões na ultima sessão do jogo de DragonLance que estou participando.

A primeira foi quando estavamos andando num deserto e avistamos um enorme dragão Azul vindo em nossa direção. Estavamos todos cansados e ainda exaustos de uma batalha com um gigante da colina. No desespero abrimos uma caixa e achamos um medalhão dos planos e fomos teleportados dali para a montanha onde tinhamos de ir. Lá encontramos o nosso segundo Dragão, que era um grande Dragão de Prata ancestral. Claro que foi um encontro providencial e de muita sorte.
Imagem

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#4 » 18 Mai 2011, 21:11

caraca cavaleiros, ambos enfrentaram dragões. ótimo.

Mas conta ae desert, po, que suspense! O que aconteceu?

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#5 » 18 Mai 2011, 22:57

Já enfrentei Dragões sim, e até Dracoliches, mas não era um jogo normal, era MUITO overpower, então não conta, a diversão maior era a zuação que a gente fazia.

Penso que enfrentar um dragão é algo para ser deixado para o clímax de alguma aventura importante, senão de uma campanha.

Já joguei uma campanha com um Paladino que montava uma águia gigante e estava numa missão para caçar um dragão, mas ele nunca tinha enfrentado um de verdade, no grupo havia um verdadeiro caçador de dragões, era um paladino também, pena a campanha ter parado antes de chegar no fim. Quem mestrava era o Allefcapt, e sempre lembramos dessa aventura. Lembro que eu era tipo um batedor, era o único com montaria alada, e ia sempre a frente para avistar antes qualquer perigo.
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#6 » 18 Mai 2011, 23:34

eu quero os detalhes poxa... não escondam o jogo... esqueçam que sou um dragão,,,, :hmmm:

PS: Vocês... ei vocês mesmo aí que ficam vindo aqui escondidos... huahuahuauhhua... opinem e contem também ....

martivir thurirl

Avatar do usuário
arcanix.szat
Mensagens: 43
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#7 » 20 Mai 2011, 11:57

Sempre há dragões nas minhas campanhas. Como mestre utilizo bastante porque são ótimos antagonistas. Adoro a idéia do Godzilla com inteligência extremamente elevada. Como jogador, enfrentei alguns deles também.

Já joguei com um paladino que tinha um dragão de montaria.
Mestre: Arcanix, seu turno. O que você faz?
Arcanix: DISJUNÇÃO DE MORDEKAINNEN!!!!

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#8 » 20 Mai 2011, 13:50

Eii, legal!

Mas... mas.. EU QUERO DETALHES! Tratantes.

martivir thurirl

Avatar do usuário
arcanix.szat
Mensagens: 43
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#9 » 20 Mai 2011, 15:23

DragonSun escreveu:Eii, legal!

Mas... mas.. EU QUERO DETALHES! Tratantes.

martivir thurirl


Bom, no meu caso, foi numa campanha que começou em nível intermediário-alto. Era D&d3.0 e peguei o Defensores da Fé, que tem regras para isso. Como paladino é uma classe muito ruim lá, resolvi pegar algo que fosse legal ao menos. Não tive problemas, o Mestre deixou eu "controlar" o dragão. Logicamente, era um ser dotado com inteligência e orgulhoso como qualquer dragão, mas ele partilhava dos mesmos códigos de conduta do meu palada. Era um dragão metálico.


Lembrando agora, teve uma aventura que um amigo meu jogou com um dragão! Foi bem divertido. Primeiro ele teve essa idéia para uso em d&d. O mestre explicou que era difícil fazer uma adaptação e para jogar com um teria que ser high lvl para adaptar ao nível do grupo e não era a proposta da campanha em questão. Daí tentamos fazer em outros sistemas, acho que Daemon e GURPS. No fim resolvemos fazer no sistema mais simples e adaptável/flexível que conhecíamos: 3d&t.

Ele inventou a história de que era um dragão jovem que tinha sofrido uma maldição e tinha esquecido/perdido alguns de seus poderes. Assim, fez um personagem que era mais ou menos assim: F1(corte), H2, R1, A1, Pdf1 (fogo), Levitação, Monstruoso, Modelo Especial e provavelmente outra desvantagem (sempre jogávamos low lvl em 3d&t para jogos medievais). Ao longo da aventura, o dragão foi "descobrindo" seus poderes, ele comprou Sentidos Especiais, Focus, Resistência à Magia e tal.

Foi bastante divertido.
Mestre: Arcanix, seu turno. O que você faz?
Arcanix: DISJUNÇÃO DE MORDEKAINNEN!!!!

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#10 » 21 Mai 2011, 15:16

Arcanix, ok.. táa melhorando... mas cadê o relato dos outros? Ou são.... lendas? ^_^

martivir thurirl

Avatar do usuário
Own_mystical
Mensagens: 448

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#11 » 22 Mai 2011, 23:31

É mesmo hein? Muita gente cita aí que já encarou dragões e tal mas cadê os detalhes? Hein? :sobrancelha:

Avatar do usuário
CaioRughar
Mensagens: 188

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#12 » 23 Mai 2011, 22:46

Meu primeiro encontro com um dragão em uma mesa de jogo ocorreu próximo ao Mar da Lua em Faerun. Enfrentamos nas colinas um jovem adulto Dragão de Cobre.
A idéia era na verdade conseguir uma de suas escamas que acreditávamos poder encontrar ao longo da montanha uma vez que eles são escaladores natos e poderia ter perdida uma em suas andanças. Mas nossa surpresa foi encontrar um grupo de anões que vivia de catar estas escamas e negocia-las com magos na costa da espada onde alcançavam altos valores. A aventura fez com que enfrentássemos primeiro este grupo de baixinhos barbudos e depois o dragão.

Nosso grupo era formado por 5 personagens sendo dois guerreiros, um mago, um ranger e uma monge especialista em dragões.

Contra os anões sofremos uma pesada perda quando um dos guerreiros ficou cego.

Quando encontramos o dragão, na verdade ele nos encontrou, e aí o negócio fedeu. Na primeira porrada ele o mago caiu montanha abaixo e não morreu, mas apagou. Os guerreiros lutaram bravamente assim como a monge. O Ranger pegou a escama e tentou escapar mas como estes dragões amam o esporte da caça resolveu ir atrás dela quando percebeu a fuga.

A cena rendeu emocionantes roladas de dado e apesar dela largar a escama e pular em uma fenda ele a pegou. E a matou de forma cruel e direta.
Os guerreiros resolveram lutar por suas vidas e se separaram. O personagem cego tentou tatear uma fuga e o dragão de forma cruel e calculada apenas observou-o deixando para depois.

Concentrando-se no guerreiro mais forte do grupo partiu para o combate. Usando sua habilidade nata de patas de aranha, ele ficava acima do guerreiro e de forma calculada derramava ácido pela encosta deixando o guerreiro desesperado em tentar escapar dos danos.
O bafo de gás de lentidão deixou o guerreiro ainda mais desesperado. Ao final do “combate” o dragão por ser bom, apesar de caótico, deu um golpe com a cauda e projetou o guerreiro no infinito.

O mago ficou vivo, assim como o guerreiro cego, e ambos contaram esta história em algumas tavernas depois.
Passamos ainda boa parte da aventura tentando arrumar outros guerreiros para retornar a montanha e sim, a cegueira foi curada.
Este primeiro encontro foi terrível e mostrou que dragões podem ser ardilosos.

Agradecimentos ao Rafa, Anthero e Juju pelas lembranças

Até mais

Avatar do usuário
Own_mystical
Mensagens: 448

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#13 » 23 Mai 2011, 23:16

aeee cavaleiro da lança. boa narrativa, gostei. mas o dragão não sofreu nenhum dano?
A estratégia do grupo era qual? se basear no mago?

Dá-lhe dragão. :laugh:

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#14 » 24 Mai 2011, 09:39

Cara, dragões de cobre são muito, mas muito ardilosos mesmo. O fato de co seguirem se mover em rochas e montanhas com a facilidade de uma lagartixa faz com que espreitem as vítimas e que acabem tirando prazer e proveito das caçadas, as quais eles provocam até o prolongamento quando querem. Muito legal o confronto e o melhor, The Dragon.. WINS.

Huá.

martivir thurirl

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

Re: Enfrentando DRAGÕES - Isso existe? Alguém já?

Mensagem#15 » 24 Mai 2011, 12:20

Sempre gostei de usar dragões em minhas campanhas. São criaturas versáteis, que podem surgir como simples feras territorialistas ou como grandes e memoráveis vilões.

Um relato interessante seria a respeito a campanha anterior que mestrei, já na 4a edição de D&D. No 7 nível (idos de 2009), o grupo (mago, bruxo, guerreiro, clérigo e ladrão) precisava alcançar um portal para um reino antigo, perdido entre os planos. Depois de superar o desafio de uma mantícora enquanto desciam um profundo desfiladeiro, o grupo caminhou por dias na escuridão dos subterrâneos até encontrar a referência que buscavam, a Garganta do Dragão, uma cachoeira que brilhava num tom alaranjado, como se fosse feita de lava.
Sem dificuldades, o grupo descobriu a gruta oculta atrás da cortina de água e se deparou com o salão do portal. As paredes de rocha eram ornamentadas com besouros gigantes de pedra que emitiam uma luz laranja (refletida pela água da cachoeira). No fundo do salão, uma enorme copa/taça de ouro, repleta de runas arcanas.
Quando o mago do grupo começou a investigar as runas, surgiu o grande guardião do portal, invocado das profundezas dos mundos elementais: um dragão vulcânico (dragão catastrófico, do Draconomicon), uma fornalha reptiliana. O salão não era tão grande, o suficiente para que os personagens tivessem dificuldade em escapar da aura da criatura e das erupções de lava que ela criava. Além disso, os besouros das paredes começaram a se agitar, gerando um calor extremamente intenso.
Enquanto isso, o mago estava ocupado demais com o ritual de abertura do portal, sabendo que cada fórmula aplicada corretamente enfraquecia o guardião e os besouros. Em um dado momento (dragão sangrando), o mago percebeu que o dragão carregava um cristal em sua fronte (como Diablo), o ingrediente final para abertura do portal.
Foi uma batalha fantástica. O dragão avançou em direção ao mago e o derrubou sem dificuldades. O grupo já pensava em fugir quando o bruxo tomou o trabalho do mago e deu continuidade. O clérigo do grupo mantinha os outros de pé com dificuldade, até que o ladrão escalou a criatura e, num golpe fatal, extraiu o cristal que a mantinha naquele mundo.
Imediatamente o dragão retornou ao seu mundo de origem. O grupo, em frangalhos, abriu o portal e mergulho no desconhecido.

Esse mesmo grupo, no 3o. nível, enfrentou um dragão verde. Foi a primeira vez que enfrentavam uma criatura do tipo na 4a edição, pegos de surpresa enquanto descansavam no meio da floresta.

Um outro relato mais antigo foi quando surpreendi os jogadores de um outro grupo em uma campanha que mestrei em Forgotten Realms. O grupo entrou nas profundezas da floresta tentando descobrir o que estava fazendo com que tudo apodrecesse e morresse por lá. E descobriram: um "poison dragon" (que peguei de um livro oriental para 3.0 ou 3.5, sem ser Oriental Adventures e do qual não me recordo). A baforada venenosa e as habilidades da criatura deixaram o grupo de joelhos, mas eles reverteram a situação e venceram no fim. Esse relato não dá pra ser mais detalhado porque a memória é curta...

Outros usos foram mais pontuais.
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Voltar para “Diários de Campanha”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante