Manifesto Hardcore

Seção para falar sobre jogos de PC, Vídeo-Game, MMORPGs, etc

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#1 » 26 Abr 2010, 01:12

Consolitis: Redução do gameplay de um estilo/gênero de jogo ao mínimo denominador, de forma a não exigir do jogador esforço maior do que o análogo a balançar o pinto após uma mijada. Elementos que exijam raciocínio, paciência, atenção, planejamento, imaginação, ou qualquer forma um pouco mais elaborada de utilização da massa encefálica são desencorajados. Associado a gráficos de ponta, campanhas de marketing estratosféricas (cujo orçamento muitas vezes é maior que o do próprio desenvolvimento do jogo) e replicação de fórmulas batidas, resultam em lucro certo para as desenvolvedoras atuais. Teve seu nome criado a partir dos consoles de vídeo-game da ultima geração, e se alastrou para o mercado de PC.

- - -

Não sei quando isso começou, mas não vejo a hora de terminar. Ver uma das minhas séries preferidas, Rainbow Six, ser reduzida a um shooter acéfalo como Vegas foi o cúmulo. E meu coração não vai aguentar ver Deus Ex 3 estupidificado, nem ver Silent Hill e X-Com como shooters.

Pois bem, manifeste aqui sua revolta por esse modelo de indústria medíocre e covarde, que replica as mesmas fórmulas (Half-Life 1) repetidamente, apenas alterando a "embalagem" (Medal of Honor, Call of Duty, Modern Warfare 2, you name it) em nome do lucro certo. Chega de jogos acéfalos análogos a Dan Browns e Axé music - eu quero jogos criativos e profundos, que realizem todo o potencial que o jogo eletrônico possui, quero a versão eletrônica de Garcia Marques, Tarkovsky e Bach. Quero de volta a explosão dos `90 que fazia da indústria de games uma vanguarda criativa entre todas as outras indústrias.

Basta de mediocridade.
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#2 » 26 Abr 2010, 03:08

Não sei se me expressei bem - meu problema não é exatamente com falta de desafio, mas com a falta de interação, criatividade, push-the-envelope, flexing the boundaries.

Exemplo: no Rainbow Six original você tinha que escolher que operativos escalar pra missão baseado em vários stats, depois dividir em equipes, depois traçar todo um plano de assalto no mapa, pra então entrar na pele de um deles e conduzir a operação. Só que hoje em dia isso não vende, pois dá trabalho demais, tem que pensar muito. Resultado: Rainbow Six Vegas, que é um shooter simplório e linear. Ou seja, redução na forma de interagir. Antes você tinha uma interação ampla, com níveis diferentes (estratégico, tático e operacional), e com escolhas relevantes. E hoje em dia? É só apontar e disparar. Fast-food eletrônico.

Não estou dizendo que isso não tem seu lugar, claro que tem. O problema é que essa "moda" está dominando tudo, até o PC que sempre foi uma plataforma mais "cerebral", "interativa".
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Lumine Miyavi
Mensagens: 6366
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#3 » 26 Abr 2010, 10:25

Silva, se você enxergasse além da nostalgia de que "os jogos antigos eram melhores", perceberia que isso não é de hoje e nem sempre verdade. Planejamento metódico levando mais tempo que o próprio jogo não é divertido pro público maior, e sinto muito, mesmo que você jogue há anos e conheça o gênero... o público maior não se importa.

TS é um nicho mínimo num mercado imenso de jogos.

Não estou dizendo que isso não tem seu lugar, claro que tem. O problema é que essa "moda" está dominando tudo, até o PC que sempre foi uma plataforma mais "cerebral", "interativa".


Cara, jogar videogame não é arte, não é cerebral nem é coisa de elite intelectual, nem deveria ser encarado como tal. Acho sua postura equivocada ao só ver "jogo X é pior que o anterior porque é mais burro!" e não perceber que "jogo X é mais simples e acessível a uma geração nova de jogadores, e isso garantirá novas continuações que podem melhorar o jogo novamente".

Se você consegue sentar e analisar atributos de um esquadrão por 3 horas pra ter maior chance de sucesso em uma missão de 1 hora num jogo, não é algo que deveria ser obrigatório a qualquer pessoa que se arrisque a jogar um jogo desses. Isso não é um jogo cerebral ou uma forma menos "burra" de se jogar, pelo contrário.

Invertendo: A pessoa que passa 1 hora de preparação e 3 horas jogando vai aproveitar muito mais o tempo livre que o que você idealiza. =)




As empresas indies podem se dar ao luxo de tentar o diferente. Se der errado, o investimento foi baixo.


Bem frisado. Uma empresa grande não pode criar uma investimento realmente inovador sem a chance de estourar de forma catastrófica na sua cara (e finanças) da empresa; dando de exemplo aqui Portal, da Valve; foi lançado no mercado mainstream como mero conteúdo bônus do Orange Box que trazia como carro-chefe HL e TF2.

Fez sucesso? Ótimo. Se não desse certo? HL e TF2 cobriam o prejuízo, por que o retorno era certo de ambos jogos.

Vai ser preciso alguma mudança no mercado para as coisas mudarem. Talvez conforme indies continuem a crescer em vendas as produtoras maiores comecem a se interessar em investir algo em projetos mais arriscados. Talvez investir(claro que menos que um jogo AAA) em pequenas empresas indie ou comprá-las. Veremos. O mercado está em constante mudança, e no mercado de jogos sempre houve altas, estagnação/saturação, um `crash` e renovação do mercado. A tendência é isso se repetir. Espero.


Não esqueça: Jogos AAA são um dos motivos do mercado estar onde está.
ImagemImagemImagem
Let's Play de FF8! \o\ Adaptações do Lumine! [d20!]
Cidadeando o Tarrasque!
Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Lumine, Mega Man X
[lumine]Nível de fabulosice[/lumine]: >[lumine]8000[/lumine]
Não, suas opiniões não estão certas. Não são as minhas. ♥

Avatar do usuário
juma
Mensagens: 1216
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#4 » 26 Abr 2010, 10:32

Jogos deveriam ser imortais, em teoria. Se eram divertidos antes, porque deixariam de ser agora? Só porque os tempos mudaram? Porque X que veio depois fez melhor o mesmo conceito? Há um forte `grau` de modismo nisso.


Ou então você simplesmente envelheceu. Já ouviu falar na regra dos 15 anos? Sobre coisas que você assistiu quando era novo e adorou e quando tenta assistir novamente percebe que é horrível? Não vejo porque não possa se aplicar para videogames também :p

Avatar do usuário
Corvo da Tempestade
Mensagens: 1535
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#5 » 26 Abr 2010, 10:42

Se bem que Tetris é "imortal" não importa a geração de video-game que está na moda :laugh:
Imagem

Avatar do usuário
Lumine Miyavi
Mensagens: 6366
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#6 » 26 Abr 2010, 13:48

Você já se respondeu, eu ia citar justamente que desafio e dificuldade são coisas diferentes, que quando aliadas proporcionam maravilhas.
ImagemImagemImagem
Let's Play de FF8! \o\ Adaptações do Lumine! [d20!]
Cidadeando o Tarrasque!
Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Lumine, Mega Man X
[lumine]Nível de fabulosice[/lumine]: >[lumine]8000[/lumine]
Não, suas opiniões não estão certas. Não são as minhas. ♥

Avatar do usuário
Fëanor
Mensagens: 2021

Manifesto Hardcore

Mensagem#7 » 26 Abr 2010, 17:38

[quote]Lembrando que desafio não é sinônimo de dificuldade. Gears of War pode ser mais difícil que Half-Life, mas não é, de forma alguma, mais desafiante.[/quote
Você se refere a "learning curve"?
"Tomorrow will take us away
Far from home
No one will ever know our names
But the bards' songs will remain"


http://www.valinor.wikidot.com

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#8 » 26 Abr 2010, 19:08

Ótima explicação a do Vincer. E até que enfim alguém concordou comigo. XD

Para Lumine e Virtual Adept: não tem nada a ver com “qual estilo de jogo é mais legal”. Tem a ver com a massificação de um único estilo só pra fisgar a maior fatia de bolo do mercado, e a hyper-resistência em se afastar deste estilo por medo de não lucrar. Esse é um problema. O outro problema surge quando vemos que essa "fatia de bolo dominante", essa audiência, tem por característica primordial a preguiça de pensar. Não sei o impacto disso para as plataformas de videogames, mas para o PC, que sempre teve por características a criatividade, interatividade e pioneirismo, é revoltante.

Achei um artigo legal sobre isso: Clique
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Lumine Miyavi
Mensagens: 6366
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#9 » 26 Abr 2010, 19:20

Deixa ver se eu entendi, Silva.

A) Você quer jogos que sejam "pensantes", ou seja, acima das massas ignorantes porque seu gosto é mais refinado (?)
B) Você acha os jogos novos / populares ruins
B) Você joga os jogos novos / populares

Tem algo de errado aqui.
ImagemImagemImagem
Let's Play de FF8! \o\ Adaptações do Lumine! [d20!]
Cidadeando o Tarrasque!
Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Lumine, Mega Man X
[lumine]Nível de fabulosice[/lumine]: >[lumine]8000[/lumine]
Não, suas opiniões não estão certas. Não são as minhas. ♥

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#10 » 26 Abr 2010, 19:51

A) Você quer jogos que sejam "pensantes", ou seja, acima das massas ignorantes porque seu gosto é mais refinado (?)

Não. Eu quero que tenha jogos "pensantes" e "não pensantes" na mesma proporção. Infelizmente os "não pensantes" estão mais fortes do que nunca - e pior, estão mais fortes até na plataforma onde os "pensantes" eram a norma, o PC.

B) Você acha os jogos novos / populares ruins

Que jogos novos!?? Aonde?? Esses jogos "novos" que aí estão são "novos" apenas nas embalagens - o conteúdo é o mesmo desde Half-life 1 de 1998, é "correr e atirar em tudo que se move". Essa garotada tá jogando o mesmo jogo ha 12 anos e não sabe. Porque só olha os gráficos.

B) Você joga os jogos novos / populares

Quando realmente são novos, sim. Gosto de conhecer novas formas de explorar as fronteiras do hobbie. Como Mirrors Edge e Mount&Blade, só pra citar os mais recentes.
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#11 » 26 Abr 2010, 20:22

Never, eu sou o cara mais eclético que conheço. Jogo shooters, estratégias, RPGs, simuladores de veículos, jogo de luta, etc. O único gênero que não gosto é corrida.
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Lumine Miyavi
Mensagens: 6366
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#12 » 26 Abr 2010, 20:39

Se você pensar, acaba sendo um reflexo da popularização de PCs como ferramenta de entretenimento do que uma virada do mercado em si...
ImagemImagemImagem
Let's Play de FF8! \o\ Adaptações do Lumine! [d20!]
Cidadeando o Tarrasque!
Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Lumine, Mega Man X
[lumine]Nível de fabulosice[/lumine]: >[lumine]8000[/lumine]
Não, suas opiniões não estão certas. Não são as minhas. ♥

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#13 » 26 Abr 2010, 22:25

Se você pensar, acaba sendo um reflexo da popularização de PCs como ferramenta de entretenimento do que uma virada do mercado em si...
Pode ser. Não tinha pensado por esse ângulo.
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Armitage
Mensagens: 1056

Manifesto Hardcore

Mensagem#14 » 25 Mai 2010, 19:33

Ou seja, o mainstream se caracteriza por prover entreterimento casual e que não exije "investimento" por parte do consumidor.

O que na maioria das vezes resulta em uma experiência "rasa" (ou algo assim, não consegui um termo melhor).
A "boa arte" nada mais é do que a "modinha da vez", ditada pelos atuais diretores do clube da luluzinha da vez. Troca-se os diretores (ou o clube da luluzinha), e troca-se a definição de "boa arte".

Avatar do usuário
Lumine Miyavi
Mensagens: 6366
Contato:

Manifesto Hardcore

Mensagem#15 » 25 Mai 2010, 20:44

Silva escreveu:Ou seja, o mainstream se caracteriza por prover entreterimento casual e que não exije "investimento" por parte do consumidor.

O que na maioria das vezes resulta em uma experiência "rasa" (ou algo assim, não consegui um termo melhor).


Seria verdade, se hardcore fosse sinônimo de bom. Mas não é.
ImagemImagemImagem
Let's Play de FF8! \o\ Adaptações do Lumine! [d20!]
Cidadeando o Tarrasque!
Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Lumine, Mega Man X
[lumine]Nível de fabulosice[/lumine]: >[lumine]8000[/lumine]
Não, suas opiniões não estão certas. Não são as minhas. ♥

Voltar para “Video Games”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante