DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Projeto definitivo de criação do cenário de fantasia oficial dos usuários da Spell, e do sistema de regras baseado no D20 e na Open Game License.

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#1 » 28 Nov 2007, 00:23

Imagem

Seja bem-vindo, aventureiro!

Por você estar aqui, receba nossos agradecimentos!

Agradecemos a todos os que já participaram ou que venham a participar do projeto, e que Otherwise dê ótimos frutos e leve-nos a uma nova dinâmica do nosso tão querido RPG!

Quando comecei a desenvolver este cenário tinha apenas uma coisa em mente: o desejo de criar um cenário que pudesse não só ser utilizado por outros Mestres e jogadores, mas que também desse a eles a possibilidade de criar novos elementos que possam ser considerados oficiais e que possam ser incorporados em suas próprias publicações. Assim dei início ao Projeto Otherwise, iniciado nos fins da Spell original, e que agora retorna das cinzas.

O Projeto consiste na possibilidade de se criar todo o material do cenário e seu sistema de regras através deste fórum. Suas regras são baseadas no sistema D20 e na Open Game License, e serão adequadas à realidade desejada por nós, usuário.

Considerando que acabamos de abrir a sessão, ainda preciso disponibilizar o conteúdo para discussão. Segue uma prévia:

Otherwise: Cenário de Campanha

"Tudo o que existe e não existe em toda as existências possui uma única origem, o Primórdio, a matéria-prima originária da entidade suprema, criadora de todas as entidades criadoras, A Grande Deusa, uma figura distante que reside no centro de todo o Megaverso e controla tudo a sua vontade. Ninguém em nenhum lugar, nenhum vento, nenhum deus, nenhum grão de areia, se move, age, existe, ou pensa, sem que seja apenas uma projeção da vontade da Grande Deusa. Em apenas um lugar, um mundo, isso é diferente...

Esse lugar se chama Otherwise, onde as coisas são feitas de outra maneira. O mundo mais próximo de onde a A Grande Deusa reside. Um mundo sem deuses, sujeito diretamente à vontade da Suprema, mas onde seus mais respeitosos habitantes sabem que suas ações podem fazer a diferença e que em conjunto, podem mudar o mundo, seus destinos, ou apenas fazer alguma diferença"

A Grande Deusa é uma alegoria... Ela nada mais é do que uma personificação no cenário de campanha da vontade de todos os Mestres, jogadores e interessados neste projeto. Tudo acontece e acontecerá conforme Sua vontade.

Por Lune:
A Deusa é o Destino em versão antropomórfica. O papel dos jogadores é desafiar esse destino e triunfar quando deveriam ser derrotados. A Deusa seria o maior antagonista da história



Otherwise é um mundo sem fronteiras definidas. Possui um sol, uma lua, planos, estrelas. Não possui deuses. Não possui reinos. Mas nem por isso seus perigos sejam menos desafiadores, ou seus mistérios sejam menos intrincados, ou seus tesouros sejam menos recompensadores.

Otherwise RPG: Sistema

O Sistema é baseado no D20. Basicamente, trabalharemos os seguintes pontos.

- Criação do Personagem
- Níveis de Personagem
- Raças e Árvores de Talentos Raciais
- Classes e Árvores de Talentos
- Perícias
- Feitos
- Regras gerais e de Combate
- Monstros, Tipos e Papéis
- Magias, Tipos e Níveis
- Itens Mágicos e Artefatos


Bem, é o primeiro passo. Ainda estamos estruturando a sessão.
Obrigado pelo interesse! Vamos à luta!!!

Utilizem este tópico para suas dúvidas, opiniões e sugestões.

Abraços!

Alexandre "Otherwise" Sarmento
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Avatar do usuário
Lune
Mensagens: 2605
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#2 » 30 Nov 2007, 16:32

A Grande Deusa é uma alegoria... Ela nada mais é do que uma personificação no cenário de campanha da vontade de todos os Mestres, jogadores e interessados neste projeto. Tudo acontece e acontecerá conforme Sua vontade.

Eu estou meio perdido quanto ao "feel" do cenário. No parágrafo anterior ao que eu cito, você diz que o universo se comporta de acordo com a vontade da Deusa... exceto em Otherwise. Mas se a campanha se passa em Otherwise, e a Deusa é basicamente a vontade do Mestre e dos jogadores, a Deusa não acaba determinando o que acontece em Otherwise também?

Eu estou tendo duas interpretações:
Em uma, a Deusa é o Destino em versão antropomórfica. O papel dos jogadores é desafiar esse destino e triunfar quando deveriam ser derrotados. A Deusa seria o maior antagonista da história.
Em outra, a vontade da Deusa é suprema. Por mais que os jogadores se esforcem, profecias não podem ser descumpridas - o papel deles é enfrentar estoicamente as dificuldades que apareçam no caminho da realização de seus destinos.

Qual das duas está mais próxima das intenções do cenário?
Imagem

Imagem

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#3 » 30 Nov 2007, 16:46

Posso não ter sido claro no meu post original. Mas como estamos também desenvolvendo o feel do cenário, sua dúvida é muito bem-vinda.

Em uma, a Deusa é o Destino em versão antropomórfica. O papel dos jogadores é desafiar esse destino e triunfar quando deveriam ser derrotados. A Deusa seria o maior antagonista da história.


Perfeito. Acho que esse é o espírito, sem necessariamente termos uma vilã em forma divina, mas sim uma força superior que, em Otherwise, pode ser desafiada. Vamos desenvolver isso??
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Avatar do usuário
Lune
Mensagens: 2605
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#4 » 30 Nov 2007, 16:53

Pra isso eu creio que seja preciso definir melhor o papel da Grande Deusa. Ela precisa ser um personagem, e não só uma abstração. Ela ainda tem papel ativo na realidade ou apenas adormece? Se é a primeira, com que objetivos ela altera a realidade? Se for a segunda, que forças estão mantendo ela adormecida, e por que? Ela interage diretamente com mortais? Já se apaixonou? (flashback de Rayearh agora XD)
Imagem

Imagem

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#5 » 30 Nov 2007, 17:15

Digamos que a Grande Deusa está acima dos deuses, acima das entidades que estão acima dos deuses, e novamente acima dessas...
Não interage com os os mortais, e é responsável por todas as forças, pelo destino, pelos elementos, pelas regras da magia e pela regra de surgimento de novos deuses...
Ela é a Vontade suprema de todas as realidades, de todos os mundos... Diversas razões para ela alterar a realidade podem existir. Talvez num lampejo de consciência ela queira que a magia não exista mais naquele mundo, ou talvez ela realmente tenha planos, ou ainda, que ela esteja adormecida por uma força desconhecida (talvez por vontade própria) e seus sonhos sejam tão poderosos que a realidade se altere.

Em torno da Grande Deusa temos um sem número de divagações... Essa é a idéia: fugir de uma visão convencional de divindades. Não necessariamente precisamos ter uma figura sentada no plano astral. Para esse "posto" (em escala bem reduzida) temos A Corte.

Inicialmente... Podemos mudar essa visão com o tempo.
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Avatar do usuário
Lune
Mensagens: 2605
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#6 » 30 Nov 2007, 17:38

O problema é que caracterizando a Deusa como uma força tão abstrata quanto a gravidade, você torna impossível que os personagens interajam com ela. É meio difícil ter como antagonista a gravidade (que o diga o Fighter do 8-bit Theater). E veja, eu não estou dizendo que ela deva ter uma ficha de personagem ou que os personagens possam derrotá-la, mas sim que ela deve ser um personagem, e não um cenário.

Quanto aos motivos dela alterar a realidade: essas várias explicações podem ser dadas aos jogadores como rumores. Mas você, como criador do cenário, tem que saber a verdade por trás disso. Porque dependendo de qual for o motivo, certas coisas se tornam impossíveis no cenário, e você pode plantar pistas para que os jogadores descubram a verdadeira natureza do que está acontecendo com eles.

Já que eu lembrei de Rayearth mesmo, então vamos citar: a princesa Esmeralda era o pilar de sustentação da realidade. Apenas a sua convicção mantinha o mundo coeso. Quando ela se apaixonou e foi aprisionada, o mundo começou a desmoronar. Do ponto de vista das aventureiras, elas a princípio não sabem por que o mundo está em declínio. Depois, elas passam a culpar o clérigo que aprisionou a princesa. E por fim descobrem que a verdadeira responsável era a própria Esmeralda.

Se a roteirista não soubesse de antemão a verdade por trás de tudo, não seria possível criar uma história tão envolvente, revelando a verdade por etapas.

Em outro assunto, você diz que a idéia é fugir de uma visão convencional das divindades. Mas Fome, Coragem, etc. são exatamente a visão convencional! Você está simplesmente trocando "Keen, o Deus da Guerra" por "Guerra". Eu acho que seria mais interessante eliminar os deuses e pronto. Mas claro, eu sou ateu, então desconfie XD
Imagem

Imagem

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#7 » 30 Nov 2007, 18:46

Após a Queda dos Deuses, A Grande Deusa (que destruiu os deuses após um conflito de proporções cósmicas) jaz adormecida em seu palácio no interior do Vale da Mandíbula. Seus poder é tão imenso que seus sonhos distorcem a realidade de Otherwise, criando realidades umas dentro das outras. Alcança-la, entretanto, é impossível, a não ser que alguém ousado ou corajoso o suficiente atravesse o Único Portal protegido pelo Lorde Primordial, o mais poderoso membro d`A Corte.

Quanto aos deuses, eles não existem. São heróis e vilões, com background a ser bastante recheado. As pessoas idolatram, seguem, ouvem, acreditam. Eles são vistos como "deuses" por ocuparem um lugar no mundo (e um papel perante o povo) que antes era ocupado por divindades verdadeiras que não existem mais. E como não existem reinos ou impérios, A Corte possui apenas títulos, que em Otherwise são mais importantes do que fronteiras políticas.
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Avatar do usuário
Eagleyes
Mensagens: 293
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#8 » 03 Dez 2007, 14:45

Otherwise escreveu:Após a Queda dos Deuses, A Grande Deusa (que destruiu os deuses após um conflito de proporções cósmicas) jaz adormecida em seu palácio no interior do Vale da Mandíbula. Seus poder é tão imenso que seus sonhos distorcem a realidade de Otherwise, criando realidades umas dentro das outras. Alcança-la, entretanto, é impossível, a não ser que alguém ousado ou corajoso o suficiente atravesse o Único Portal protegido pelo Lorde Primordial, o mais poderoso membro d`A Corte.

Quanto aos deuses, eles não existem. São heróis e vilões, com background a ser bastante recheado. As pessoas idolatram, seguem, ouvem, acreditam. Eles são vistos como "deuses" por ocuparem um lugar no mundo (e um papel perante o povo) que antes era ocupado por divindades verdadeiras que não existem mais. E como não existem reinos ou impérios, A Corte possui apenas títulos, que em Otherwise são mais importantes do que fronteiras políticas.

Me metendo um pouquinho XD

Cara, isso foi profundo, adorei essa historia, principalmente a parte de A Grande Deusa adormecida em seu palácio no interior do Vale da Mandíbula. Seus poder é tão imenso que seus sonhos distorcem a realidade de Otherwise, criando realidades umas dentro das outras.
:queixo: sério, curti muito
Imagem
Imagemjgsfoggia@hotmail.com

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#9 » 03 Dez 2007, 15:44

Que bom que você gostou, Eagle. Dê uma olhada no tópico fixo "Cenário". Já temos umas coisas legais. O tópico "Geografia Geral" também tem alguma coisa já, como uma citação do Caos Primordial (a força de distorção da realidade). [links na minha assinatura]

Sua contribuição é importante! Abração!!
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Avatar do usuário
Otherwise
Mensagens: 555
Contato:

DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO, DÚVIDAS E SUGESTÕES

Mensagem#10 » 21 Jul 2008, 11:24

Bem,

Depois de um tempo sumido, uma passagem rápida pelo fórum.
Estou planejando um Retcon do Otherwise. A idéia é manter algumas idéias do novo feel do cenário e trazer de volta a base do cenário que lancei para a 3.5 uns anos atrás.

Minha vontade: usar o D&D 4ed, respeitando a GSL e tudo o mais.

A história da cosmologia da 4ed tem muitas relações com o Otherwise para a 3.5, principalmente no relacionamento deuses x primordiais.

Veremos onde podemos chegar.
Agradeço a força, pessoal.
Alexandre Sarmento
Autor e Primeiro Mestre de Ohmtar
http://www.ohmtar.com.br

Voltar para “OTHERWISE: O RPG de Fantasia da Spell”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante