Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
Bahamute
Moderador
Mensagens: 2051
Contato:

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#1 » 27 Mar 2009, 20:07

Tópico aberto, pra discutir os três tipos de civilizações dominantes.

Fiz um pequeno esboço do que seriam as bio-cidades, até segunda pretendo postar as mega-cidades e a resistencia humana. Fiquem a vontade para discutir, sugerir ou até mesmo apresentar modelos para os três tipos.

Bio-Cidades
SPOILER: EXIBIR
Bio-robôs tem uma visão social diferente dos robôs. Eles almejam alcançar a mortalidade e a vida, poder ver com olhos humanos o que robôs ainda não compreendem.

Eles tendem a formar bio-cidades, que são grandes centros urbanos, totalmente naturais e abastecido com energia limpa. As bio-cidades não emitem gazes poluentes, toda a energia é renovável e tendem a render uma excelente qualidade de vida.

A visão que se tem de bio-cidades, é de uma espécie de bosque com tecnologia de ponta. Flora e fauna foram introduzidos em tal ambiente, convivendo harmoniosamente com bio-robôs.

Graças a implantes biológicos cerebrais, e de uma grande coleta de dados, os bio-robôs conseguem interagir com a vida animal, de forma a não serem hostilizados pelos mesmos e também não interferirem no eco-sistema dessas criaturas.

No decorrer do tempo, inúmeras espécies extintas estão sendo criadas em laboratório com cruzamentos de DNA de espécies familiares e clonagem.

O habitat criado nas bio-cidades comporta facilmente a convivência de bio-robôs e animais, sejam eles selvagens ou não.

Uma tecnologia implantada em todos os bio-robôs torna-os “invisíveis” para algumas espécies de animais, deixando-os ainda mais “fora do caminho” para a vida se proliferar.

Bio-robôs tendem a recusar, de varias formas, a convivência humana, apesar de haver exceções em algumas bio-cidades, é raro eles aceitarem tais parasitas em sua sociedade.

Diferente dos robôs, eles recusam até mesmo a mão de obra humana, pois acreditam que isso ainda não está totalmente sob controle e temem que um dia a população humana possa a vir contaminar o mundo novamente.

Bio-cidades sempre são construídas longe das Mega-cidades, apesar dos robôs também utilizarem energia limpa e renovável, o comportamento entre tais espécies ainda é conflitante.
Aquele abraço!

Avatar do usuário
Bahamute
Moderador
Mensagens: 2051
Contato:

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#2 » 29 Mar 2009, 11:06

Perfeito, Madruga! E, com isso, como você mesmo ressaltou, teriamos mais um tipo de facção.

Assim, algumas bio-cidades tornariam-se uma verdadeira fauna, enquanto outras, patrulhadas por bio-robôs, seriam as bio-cidades.

E, quem sabe os bio-robôs dessas bio-cidades não cresçam os olhos nessas "florestas artificiais"?
Aquele abraço!

Avatar do usuário
Bahamute
Moderador
Mensagens: 2051
Contato:

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#3 » 07 Abr 2009, 22:23

Eu via alguma coisa de Appleseed quando tinha o canal animax... Mas isso faz quase dez anos!

Vou dar uma googlada para ver se acho algo.

Em tempo, pensei num pequeno ponto sobre as mega cidades

Mega Cidades
SPOILER: EXIBIR
Diferente das bio-cidades, Mega Cidades são o que há de mais tecnológico e artificial nos dias atuais.

Detentoras de um sofisticado centro urbano, com uma poderosa rede de Internet, veículos poderosos movidos a energia renovável, e grandes centros de otimização e reparos.

A visão que se tem de Mega cidades, é de grandes prédios interligados, metais luzes e todos os tipos de maquinas espalhadas, um local bem limpo e funcional.

Graças a uma grande evolução da I.A., robôs conseguiram chegar num novo patamar de civilização. Usando apenas energia renovável, transferencia de dados e energia sem fios, a cidade é bela, intrincada e coesa.

As Mega Cidades abrigam robôs que não aderiram ao conceito bio, e que ainda mantém-se 100% maquinas.

Humanos aqui são usados como cobaias, mão de obra escrava e estudo. Sendo que um pequeno numero desses indivíduos são reservados para tais tarefas. É comum também que robôs busquem e arquivem espécies de vida para compreender algumas coisas.

Bio-Robôs não conseguem se adaptar em tais lugares, devida a falta de natureza do mesmo, mantendo assim uma considerável distância.

As Mega Cidades estão entre as mais bem protegidas, com armas de alta precisão e poder letal.
Eles trabalham a segurança com excelência, sendo rapidos e precisos.
Aquele abraço!

Avatar do usuário
Batousa
Mensagens: 1345

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#4 » 12 Mai 2009, 14:33

Bahamute, concerteza voce ja deve ter visto ou ouvido falar em Gost In the shell.

Para se tratar de mega-robos e Bio-robos, esse desenho serve de otima base (tanto as temporadas como os filmes). Pq ele tem certo foco em comportamento de I.A, fala algumas mecanicas (os cerebros roboticos que do desenho é muito doido). É uma fonte legal.

Quanto a resistencia humana, poderia ser algo um pouquinho maior nao?
Tipo, existe uns tres ou mais lugares escondidos, com verdadeiras cidades humanas.
Mais nao como Zion onde com robos e tudo mais, imaginei tipo um ser humano voltando as suas origens, um pouco mais bruto e ignorante, tecnologia so armas, e mesmo assim nao tao tecnologicas.

Sei la so ideia.
Imagem

Avatar do usuário
Lanzi
Mensagens: 2015
Contato:

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#5 » 12 Mai 2009, 14:45

Mas aí não seria uma resistência propriamente dita, porque os robôs não atacaram esses lugares mais "naturais".

Avatar do usuário
Batousa
Mensagens: 1345

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#6 » 12 Mai 2009, 15:02

Seriam lugares bem escondidos, ou locais com grande quantidade de gelo.( Lugares onde tem gelo quase o ano todo). Locais de acesso mais dificil, com pouca probilidade de recarregar as energias.
Imagem

Avatar do usuário
Bahamute
Moderador
Mensagens: 2051
Contato:

Bio-Cidades, Mega-Cidades e a Resistência Humana

Mensagem#7 » 12 Mai 2009, 21:59

Sinceramente, não sei como o frio e a tecnologia se dão um com o outro. Não sei se um interfere no desenvolvimento do outro, etc.

Mas, acredito que seja fato que os polos não sejam algo conquistado por maquinas, muito menos por bio-robôs (ou então, veriamos bio-robôs de touca e cachecol!).

A idéia da resistência humana, pelo que foi pescado até agora de todos os tópicos, é que ela esta crescendo. Os humanos chegaram perto de serem erradicados, mas agora estão se reorganizando.

Lembrando que há ainda aqueles que ficaram presos nas mega-cidades pelos robôs.
Há os que vivem nos esgotos de mega-cidades, em regiões isoladas, etc.
Aquele abraço!

Voltar para “Cenário Futurista da Spell”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante