Tecnologia DRM nos ebooks

RPG é tudo mas não é 100%! Aqui você pode postar sobre qualquer outro assunto que goste, como quadrinhos, cinema, música, teatro, TV e muitos outros.

Moderadores: ronassic, Moderadores

Avatar do usuário
taverneiro
Mensagens: 65

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#16 » 19 Jul 2013, 16:14

Esqueça as editoras, é o que eu estou defendendo, o direito do autor se sobrepõe a liberdade do leitor neste caso. Não dá para tirar isso dele, independente de ser injusto. Para os dois serem atendidos, uma mudança cultural profunda deve acontecer em relação a pirataria, o que pode levar muitos anos.

Como eu disse no começo do outro post, eu entendo isso. Apenas me reservo ao direito de boicotá-los. Se TODO santo ebook for lançado sob a DRM eu me sentiria ameaçado sim. Iria recorrer, entao, ao livro impresso. Eu troco de dispositivos a cada dois anos e anos atras eu trocava a cada oito. Não sei como vai ser no futuro, mas essa troca vai ser mais constante e não quero ter algo travando meus ebooks tampouco que essa limitação influencie na escolha.

Veja, não condeno um autor de optar por isso. Apenas acho que as empresas de tecnologias são tão criativas que fica difícil engolir uma solução tão medíocre para um problema que ocorre desde sempre.

Seja lá qual for a solução eu gostaria de ter alguns direitos em cima daquilo que eu gastei a porcaria do meu dinheiro. Peno pra caramba pra comprar minhas coisas, ironicamente numa empresa que é mundialmente famosa por ser fechada e apoiar software proprietário - inclusive a DRM.

Apenas acho que algumas coisas deveriam ser asseguradas. Coisas que já temos. A pirataria não vai ser parada com limitações deste tipo. Eu postei um link ali em cima mencionando editoras são menos pirateadas e dentre todas, a vencedora não usa DRM.

Eis meu anseio (retirado de: http://readersbillofrights.info/)

The Readers` Bill of Rights for Digital Books:
1. Ability to retain, archive and transfer purchased materials
2. Ability to create a paper copy of the item in its entirety
3. Digital Books should be in an open format (e.g. you could read on a computer, not just a device)
4. Choice of hardware to access books (e.g. in 3 years when your device has broken, you can still read your book on other hardware)
5. Reader information will remain private (what, when and how we read will not be stored, sold or marketed)


Em tradução livre:
1. Possibilidade de preservar, armazenar e transferir um item comprado
2. Possibilidade de se poder gerar uma cópia física do livro
3. Um formato aberto (para garantir o item 1 - o livro pode ser lido em máquinas e não em um dispositivo)
4. Escolha de que hardware eu posso ler meus livros
5. A privacidade do leitor sobre quando, onde e como eu leio a obra

É o que eu procuro como consumidor, porque eu sei que quando compro um livro físico (papel) eu tenho esses direitos assegurados, mediante a conservação do tomo - que se torna a minha responsabilidade.

Concordo com você Taverneiro, que seria muito melhor uma sociedade onde todas as obras fossem liberadas sobre licenças de cultura livre

É aqui que eu discordo de você e explico: não acho que tudo deva ser lançado sob uma licença aberta. Ninguém é obrigado a nada. Se o autor quiser lançar de maneira a privar cópias e redistribuições, tudo bem.

Apenas me diga como poderemos traçar um paralelo das bibliotecas publicas com o DRM. Sem os cinco pontos acima, estaremos a mercê de algo que pode ser perigoso.

Concluindo: eu entendo o lado do autor. Sei que se um deles estiver lendo isso, ele deve estar me xingando. Só acho que DRM é uma solução primitiva demais e eu espero mais daqueles que estão dispostos a tornar e-books tão relevantes quanto seus avós - os livros convencionais.

Se no século XIX, Victor Hugo disse que "Isso matará aquilo", ele se referia ao livro matar o monopólio de conhecimento da igreja.

Mas agora, essa fase me tem outro contexto: Isso matará aquilo. Dessa vez a cultura é o "aquilo". Se alguém aqui acha que existem outras coisas prioritárias, devo alertar que historicamente isso nunca foi boa coisa.

Estamos vislumbrando coisas distintas. A viabilidade editorial de um lado e a preservação do conhecimento de maneira justa do outro. Então, eu não vou mais discutir este tópico pois nunca iremos chegar a um acordo do que é mais importante.
"Owo Grunish topuck norio kromsh?
OW ROUTZ PRECOIL CHARTZAM!!!!"
- Antigo provébio Troll

Avatar do usuário
eusouochico
Mensagens: 18
Contato:

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#17 » 19 Jul 2013, 17:30

Sobre isso:

Veja, não condeno um autor de optar por isso. Apenas acho que as empresas de tecnologias são tão criativas que fica difícil engolir uma solução tão medíocre para um problema que ocorre desde sempre.


e isso:

Apenas acho que algumas coisas deveriam ser asseguradas. Coisas que já temos. A pirataria não vai ser parada com limitações deste tipo.


Concordo plenamente, mas então precisamos buscar opções, pois este é um ponto onde concordamos: que devem existir soluções melhores que a DRM e a CC. Em uma das referências que eu citei (http://books.google.com.br/books?id=mJv ... il&f=false), ele menciona o Alternative Compensation System, como o passo seguinte a CC, mas não conheço nada sobre ele e por isso não vou opiniar sobre sua viabilidade sem ler primeiro, mas isto mostra que existem opções sim, mas como normalmente se fica no embate CC x DRM, deixa-se de buscar outras soluções que não sejam uma das duas.

Mas mesmo que a pirataria não seja parada, a DRM funciona muito melhor em conjunto com a legislação para evitar problemas legais, por mais controversa que ela seja (tudo bem que a J. K. Rowlling processa todo mundo, mas isto é algo trabalhoso e a DRM te ajuda a diminuir a quantidade de ocorrências). Se você me mostrar uma licença destas que tenha valor jurídico dentro do Brasil, vou ser obrigado a concordar a abrir mão da minha defesa do uso da DRM, pois este é meu argumento central.

Apenas me diga como poderemos traçar um paralelo das bibliotecas publicas com o DRM. Sem os cinco pontos acima, estaremos a mercê de algo que pode ser perigoso.


Duas opções, mas já ouvi falar de outras similares inclusive aqui no Brasil, inclusive existe algo assim dentro do sistema de bibliotecas da UNICAMP:

http://www.cultura.ma.gov.br/portal/bpbl/acervodigital/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca ... da_America

Existem formas diferentes de se lidar com a DRM neste caso, e sempre se pode deixar a publicação na nuvem, que evita o download e problemas com a DRM.

Em relação ao eBook matar a cultura pelas restrições, não sei... Carl Sagan dizia que para chegar no futuro precisamos tanto dos otimistas quando dos pessimistas, por que mesmo que nenhum deles esteja certo, os argumentos de ambos construem um futuro melhor do que os pessimistas acreditam e nem tão bom quanto os otimistas esperam, mas definitivamente mais justo. Eu sou otimistas sobre isso, é como você mesmo disse, as empresas e as pessoas são tão engenhosas, será que mesmo com todas as restrições a longo prazo eles não podem chegar a uma solução melhor?

Estamos vislumbrando coisas distintas. A viabilidade editorial de um lado e a preservação do conhecimento de maneira justa do outro.


Na verdade estamos vendo a mesma coisa: a preservação do conhecimento de maneira justa. Só que de pontos de vista diferentes, você do leitor e eu do autor. O ponto comum acontecerá quando encontramos uma solução que contemple os dois.

E acho que somos bem grandinhos para lidar com divergências de opinião. O objetivo de uma conversa, mesmo na internet é a troca de experiências, nunca o convencimento do outro sobre o que é mais importante. Além disso, há mais pessoas aqui trocando outras experiências e argumentos, mas eu mesmo mudei minha opinião, pois fundamentei melhor minha defesa do uso da DRM na falta de validade jurídica da CC (coisa que eu nem mesmo considerava antes de começarmos a conversar) e cheguei a conclusão que precisamos, como autores e leitores, e que devem existir, opções melhores que a DRM e CC. Se não quer continuar ou voltar a este assunto, eu vou entender, mas eu devo voltar a ele em breve, pois pretendo procurar opções as duas licenças que discutimos.
Além da Imaginação - Onde o misterioso e o fantástico se encontram
http://alemdaimaginacaorpg.wordpress.com

Bem, quando você olha para o infinito, você percebe que existem coisas mais importantes do que o que você faz o dia inteiro. (Calvin)

Avatar do usuário
taverneiro
Mensagens: 65

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#18 » 19 Jul 2013, 18:36

Se não quer continuar ou voltar a este assunto, eu vou entender, mas eu devo voltar a ele em breve, pois pretendo procurar opções as duas licenças que discutimos.

O que eu não quero continuar é a discussão infinita do "DRM como solução e os sacrifícios são naturais e um `mal necessário`". Eu vou morrer e não vou concordar com isso :parede:

Então eu proponho movermos para a seguinte questão: que soluções poderiam garantir o bom uso da obra publicada em um meio eletronico?

Da minha parte, e já que o eusouchico mencionou a questão do licenciamento de textos, eis algumas das principais licenciamentos para documentos (além da CC, que é a mais famosa):

GNU Free Documentation (GFDL): http://en.wikipedia.org/wiki/GNU_Free_D ... on_License
Normalmente usada para Documentação de Software, mas existem algumas publicações fora do âmbito de TI que está usando esta licença. Uma nota curiosa: a GFDL proibe o uso do DRM (ou similares) em textos publicados sob ela. Esta é também uma licença "viral" então obras derivadas vão ter esta mesma restrição.
FreeBSD Documentation License (FBSDDL): http://directory.fsf.org/wiki?title=License:FreeBSD

Bem, seria um contra-senso estas licenças nao alguma validade no Brasil, desde que exista alguma instituição que trabalhe na adaptação e tradução dos termos usados em cada uma. O próprio governo usa estas licenças em diversos momentos ou adquire produtos por meio de licitações cujas documentações estão regidas por alguma destas licenças.

Dito isso, estas licenças evocam os conceitos de copyleft (mesmo que viabilizem o uso comercial da obra), que acabam envolvendo certas concessões por parte do autor da obra. Então, eusouchico, se você procurar as garantias plenas de copyright em uma dessas licenças, não vai encontrar. Não porque ela é incompatível com alguma legislação brasileira. Essa garantia plena de copyright voce adquire pela lei vigente, sem recorrer a licença alguma. Uma licença copyleft (como a CC) envolve abrir mão das garantias plenas para assegurar que algum direito (como creditos e regulamentação em obras derivadas) prevaleça intacto em um ambiente de compartilhamento ou de produção de obras derivadas.

Portanto, um autor com ideias conservadoras em relação ao compartilhamento da sua obra certamente terá problemas ao publicar sua obra na nuvem, ou internet com estas licenças.

Por outro lado, a internet é ENORME. Uma vez que um documento esteja na internet sua difusão será exponencial e incontrolável (por mais que iniciativas como a DRM tentem). Se o compartilhamento do texto é um fato invariável, talvez seja melhor o autor ponderar se realmente deve publicar algo na internet sem uma destas licenças.

Ou seja, minha pergunta é:

Será que as leis convencionais de direitos autorais (da época do Império Britânico) são aplicáveis? Não seria "forçar a barra" esperar o mesmo paradigma secular em um ambiente como a internet?
"Owo Grunish topuck norio kromsh?
OW ROUTZ PRECOIL CHARTZAM!!!!"
- Antigo provébio Troll

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#19 » 31 Jul 2013, 15:55

Olha essa novidade da Redbox:

Que tal os produtos da Redbox no formato .epub e .mobi?

IBOOK APPLE STORE

Old Dragon
https://itunes.apple.com/br/book/old-dr ... 7411?mt=11

Shotgun Diaries
https://itunes.apple.com/br/book/the-sh ... 8511?mt=11


AMAZON (Kindle)

Old Dragon
http://www.amazon.com.br/Old-Dragon-Clássicos-Fantasia-ebook/dp/B00DRKS2SC/ref=sr_1_5?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1375290400&sr=1-5&keywords=old+dragon

Shotgun Diaries
http://www.amazon.com.br/Shotgun-Diaries-Interpretação-Sobrevivência-ebook/dp/B00DRKS2S2/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1375290487&sr=1-1&keywords=The+Shotgun+Diaries


Redbox, a primeira editora de RPG do Brasil a disponibilizar seus jogos na Amazon e na iTunes Store!
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
taverneiro
Mensagens: 65

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#20 » 06 Ago 2013, 13:46

ronassic muito legal a iniciativa dos caras. Os formatos estão dentro dos dispositivos mais populares (epub e mobi). Tenho um profundo respeito pelo pessoal da RedBox e admiro a qualidade dos produtos e simpatizo quando eles abrem as portas para notificar quando algo dá errado (e resolvem).

Agora, não poderei comprar nenhum destes livros no formato eletronico. Não tenho nenhum dispositivo iOS nem o Kindle. Só tenho o Kobo e estas lojas colocam tudo em DRM. Se for este o caso para estes e-books, meu dispositivo não vai ler nenhum destes e eu nao vou gastar meu dinheiro em um arquivo que eu nao consigo abrir. Chato não?

Desejo sucesso a iniciativas deste naipe para que, quem sabe um dia, publiquem em uma loja que eu possa comprar para ler no meu dispositivo.

Até lá, parem e pensem: até que ponto o autor tem que proteger sua obra privando possíveis leitores de compra-la?
"Owo Grunish topuck norio kromsh?
OW ROUTZ PRECOIL CHARTZAM!!!!"
- Antigo provébio Troll

Avatar do usuário
Bozo
Mensagens: 302

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#21 » 06 Ago 2013, 17:31

Até lá, parem e pensem: até que ponto o autor tem que proteger sua obra privando possíveis leitores de compra-la?


A questão é: ADIANTA?

:aham:

Avatar do usuário
Zumbiwalker
Mensagens: 15

Re: Tecnologia DRM nos ebooks

Mensagem#22 » 07 Ago 2013, 10:39

O meu problema, vejam, o MEU, é que eu não gosto de livros eletrônicos.
Mas também acho que será apenas questão de costume.
Acho né?

Voltar para “Off-Topic”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes