Sessão 001 - O Começo

Aqui irei relatar o ocorrido em cada sessão, de forma fiel ao que realmente ocorreu.

Moderadores: ronassic, Moderadores

Avatar do usuário
ronassic
Administrador
Mensagens: 1776
Contato:

Sessão 001 - O Começo

Mensagem#1 » 12 Set 2012, 13:48

Data: 7 de Eleasias (O Alto Verão – Agosto) de 1415 CV
Reino: Cormyr
Cidade: Suzail
Personagens: Kaldur Belshazzar, Balthazar Belshazzar, Liesel Memminger, Hans Memminger e Pierre Mondrack.

Ventos frios vindos do norte baixaram levemente a temperatura naquela noite, haviam poucas nuvens para atrapalhar Selûne com seu brilho prateado, a cidade de Suzail estava tomada de pessoas, de várias partes, as marés trouxeram muitos viajantes, mercadores, gladiadores, cavaleiros e apostadores. As tavernas estão sempre apinhadas nessa época festiva, havia na capital de Cormyr uma grande multidão de pessoas, que vieram de diferentes lugares em busca de dinheiro, diversão e glória. Dentro de poucos dias haveriam grandes eventos na arena de Suzail. Em breve a Grande Arena estará lotada de pessoas para presenciar a Justa, que pode transformar um homem totalmente desconhecido, num cavaleiro famoso e rico. Além da luta de espadas e outras armas na Arena, onde só sobrevivem os mais fortes e corajosos, o prêmio é exorbitante, muitos duelam até a morte, ainda ocorrerão outros tipos de competições, muitas serão as atrações para divertir e distrair o povo.

Nas noites que antecediam este grande evento, várias patrulhas andavam pela cidade batendo de porta em porta, investigando denúncias, extorquindo mercadores, e prendendo aqueles que não tem dinheiro suficiente para pagar os impostos extras cobrados para que continuassem mantendo seus negócios na cidade. Havia uma verdadeira máfia, e mercadores denunciavam outros mercadores para atrapalhar seus negócios. Uma denúncia comum era dizer que o dono daquele estabelecimento fazia uso de magia, o que é terminantemente proibido e abominado no Reino de Cormyr.

Foi quando bateram à porta do mercador Hans Memminger, era início de noite, e Hans estudava um mapa, quando ouviu as batidas fortes e os gritos. Ele desceu as escadas, calmamente, já não era a primeira vez que isso ocorria, na verdade Hans já estava farto dessas vistorias. Sua filha, a jovem Liesel Memminger, ficou olhando do alto das escadas enquanto o pai abria a porta para que 3 homens fortemente armados entrassem, e começassem a revirar a casa toda, disseram que ouviram uma denúncia de que naquela casa haviam livros de bruxaria. Liesel ficou preocupada, pois ela temia que achassem seus livros que estavam escondidos abaixo do piso, não eram livros de bruxaria, mas pessoas comuns que nem sabem ler direito facilmente confundiriam aquelas inscrições com algo relativo a isso.

Eles reviraram tudo e foram embora, tão rápido quanto chegaram, e não deram nenhuma explicação ou pedido de desculpas. Hans não aguentava mais isso, logo que os guardas saíram, ele avisou a sua filha que iria para a taverna, e pediu que avisasse à sua mãe que o esperasse acordada.

Poucos minutos depois, os mesmos guardas que entraram na casa de Hans, chegaram até o acampamento de Balthazar Belshazzar, outro mercador que chegara à cidade haviam poucas semanas. Nesse meio tempo, seu sobrinho, Kaldur Belshazzar, teve poucas oportunidades de sair para conhecer a cidade, pois seu tio pediu que não criasse problemas, afinal o jovem não conhecia nada nem ninguém ali. Kaldur já estava farto de ficar dentro da carroça, e naquela noite quente, tudo que ele queria era ir pra taverna. Ao ver os guardas chegando e chamando por seu tio, ele saiu pelo fundo da carroça, e se afastou alguns metros para perto do bosque que havia ali perto, se protegeu da luz de Selûne abaixo das árvores próximas, e observou, atrás de seu capuz de cor púrpura, ele apenas observava, sempre com seu arco por perto.

Os homens foram truculentos com seu tio, pareciam estar o acusando de algo, parece que eles já o conheciam, Kaldur ficou preocupado, foi quando resolveu puxar sua flauta, e numa tentativa de acalmar os homens, tocou uma melodia que aprendeu com os Drows, e ela continua algo de sobrenatural, havia alguma sugestão naquele som, e os homens, que eram guardas treinados, perceberam que aquele som não parecia natural, e notaram que ele vinha logo atrás da carroça de Balthazar. Havia uma denúncia para Balthazar também, e a música que eles ouviram foi suficiente para que acreditassem que tinham algo contra ele. Os 3 guardas "pediram" a Balthazar que fossem com eles para um interrogatório, Kaldur vendo isso, observou que seu tio estava tranquilo, apesar de não estar nada satisfeito com a situação.

Nesse momento, Pierre Mondrack, que conhecia Balthazar de vista e já tinha notado a movimentação dos guardas por toda a cidade, observou a situação e acompanhou de longe aqueles homens que estavam escoltando o senhor de cabelos e barba brancos até uma guarnição ali perto, ele notou que poucos minutos depois aquele senhor saiu sozinho, com uma cara de revoltado, ele o seguiu até o acampamento, e viu o conversando com seu sobrinho, e depois os dois se despediram. O senhor de cabelos brancos seguiu em direção à Taverna do Dente Quebrando, enquanto Kaldur permaneceu ali, abaixo da sobra das árvores. Pierre conseguiu vê-lo entre as sombras e se aproximou.

Imagem

Kaldur vendo aquilo, sacou seu arco, apontou para Pierre, e disse:

"O que você deseja?"

Pierre respondeu com um sorriso no rosto:

"Sou amigo, vi que seu tio foi abordado por guardas, eles o levaram até a guarnição, notei que eles estão entrando de casa em casa, incomodando as pessoas, isso não te revolta?"

Kaldur baixa o arco, mas mantém a flecha ainda tensionada, e diz:

"Vejo que você é bastante observador e curioso, quem é você afinal?"

Pierre abre um sorriso e responde:

"Meu nome é Pierre Mondrack, sou um homem que já viveu muitas coisas, e já viajou por muitos lugares, mas nunca estive numa cidade com tantas injustiças como esta. E vejo que eles extorquiram seu tio. Ofereço minha amizade e meus pêsames pela recepção, sei que estão aqui na cidade há pouco tempo, e já foram abordados por esses mercenários. Pois é isso que eles são!"

Kaldur se sentindo mais a vontade, e movido por sua curiosidade nata, guarda seu arco sobre os ombros e sai das sombras das árvores, então nota que Pierre não era tão novo quanto ele, que havia completado apenas 18 anos naquele verão. Pierre parecia ter por volta de 30 anos, talvez mais, ele tinha um sorriso sincero no rosto. Parecia confiável a primeira vista, coisa que Kaldur não via há muito tempo, todos naquela cidade pareciam ser menos confiáveis que os próprios drows.

Então Kaldur responde:

"Entendo Pierre, mas já passamos por coisas piores, não se preocupe, sabemos nos virar, mas se você aprecia uma boa música e uma boa conversa, será uma boa companhia. Vamos, sente-se perto da fogueira, e tome do meu vinho. É o melhor da região."

Pierre agradece e se senta, e começam a conversar.

Hans então chega à Taverna do Dente Quebrado, famosa pelo grande dente de dragão que fica exposto no fundo da taverna, tinha mais de dois palmos de comprimento. Muitos apelidaram a taverna com este nome, mas o nome real dela é Dente Longo, o nome da taverna é mais conhecido por Dente Quebrado por causa do próprio Tobias, que é o do dono do estabelecimento, que tem a falta de vários dentes em sua boca.

Imagem

Ele se aproxima e nota que seus amigos já estavam lá, tanto Balthazar, quanto seu outro amigo, O Encapuzado. Hans olha para o taverneiro, que prontamente manda prepararem sua comida preferida, cordeiro com batatas. Ele se senta à mesa onde seus amigos estavam, com suas feições pesadas, e então fala:

"Bem companheiros, precisamos conversar..."
"O topo da inteligência é alcançar a humildade."

Avatar do usuário
DragonSun
Mensagens: 466
Contato:

Re: Sessão 001 - O Começo

Mensagem#2 » 22 Set 2016, 17:03

Rapaz está legal apesar da narrativa parecer as legendas de um jogo eletrônico.
Gostei também das imagens inspiradoras. Tá valendo.

martivir thurirl


Ressuscitado pela última vez por ronassic em 22 Set 2016, 17:03.

Voltar para “Sessões”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante